• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Satélite abandonado no espaço em 1967 volta a transmitir sozinho

Até agora, a NASA achava que o LES1 já tinha virado lixo espacial há muito tempo, e não imaginava que ainda fosse capaz de transmitir qualquer sinal
Terra: o LES1 falhou em sua missão antes mesmo de entrar em órbita (Divulgação/NASA)
Terra: o LES1 falhou em sua missão antes mesmo de entrar em órbita (Divulgação/NASA)
Por Helô D'Angelo, da SuperinteressantePublicado em 04/11/2016 17:28 | Última atualização em 30/11/2016 15:13Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Depois de quase quatro décadas flutuando sozinho no espaço, um satélite abandonado volta à ativa e começa a enviar sinais sonoros fantasmagóricos para a Terra – ninguém sabe exatamente o por quê.

Essa história parece o começo de um filme da franquia Alien, mas o satélite é real e tem nome: é o LES1, largado em órbita pelos americanos em 1967.

Até agora, a NASA achava que o tal satélite já tinha virado lixo espacial há muito tempo, e não imaginava que a lata velha ainda fosse capaz de transmitir qualquer sinal, por mais fraco que fosse.

Isso porque o LES1 falhou em sua missão antes mesmo de entrar em órbita: desenvolvido pelo MIT como um teste militar, ele foi lançado em janeiro de 1965, junto com outros oito satélites (nomeados de LES1 a LES9), mas teve um problema sério de lançamento que acabou fazendo com que ele ficasse “estacionado” muito antes do que deveria. O erro no lançamento também fez com que as transmissões do satélite fossem cortadas.

Como todos os outros LES tiveram sucesso, os cientistas responsáveis nem ligaram para o LES1, sozinho e calado no espaço sideral. Eles pensavam que o trambolho – que é do tamanho de um carro – acabasse virando lixo espacial e pronto, mas não foi o que aconteceu: em 2013, o astrônomo amador Phil Williams, de North Cornwall, no Reino Unido, captou um sinal de rádio bizarro vindo do satélite.

Assustado, ele enviou o sinal para o MIT, e recebeu a confirmação de que era uma mesmo transmissão do satélite abandonado.

A explicação do MIT não tem nada de extraterrestre: embora as baterias do LES1 tenham desintegrado durante o lançamento, o pequeno satélite tinha painéis para captar energia solar, então a hipótese mais aceita é que os sinais de rádio sejam enviados para a Terra quando as placas são recarregadas pelo Sol.

Para os cientistas da NASA e do MIT, o legal dessa descoberta é perceber que nem toda tecnologia antiga é de se jogar fora: histórias como essa mostram que as máquinas velhas podem resistir por muito tempo em ambientes extremamente inóspitos, o que é uma boa dica de que estamos construindo satélites e naves do jeito certo. Isso ou os alienígenas estão se apossando do nosso lixo espacial por alguma razão militar de domínio da Terra… Vai saber.

Ouça o som do sinal fantasmagórico transmitido pelo LES1: