Os algoritmos do TikTok sabem exatamente o que você quer ver em seu feed

Se você dá muito like em vídeos de animais, não é coincidência que só isso apareça para você: é exatamente a intenção do app
TikTok: aplicativo sabe exatamente o que te mostrar com base em alguns fatores (Getty Images/Getty Images)
TikTok: aplicativo sabe exatamente o que te mostrar com base em alguns fatores (Getty Images/Getty Images)
Por Tamires VitorioPublicado em 19/06/2020 11:30 | Última atualização em 19/06/2020 09:51Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Cachorros, gatos, vídeos de pessoas pintando o cabelo, piadas, desafios que envolvem muita dancinha, a fatídica música do "me diz seu nome, sua idade...": todas essas situações são corriqueiras para os mais de 800 milhões de usuários do aplicativo TikTok, febre entre os adolescentes e jovens adultos. Muito se questiona sobre como funciona o algoritmo da página "Para Você", que parece mostrar exatamente o que a pessoa em questão mais gostaria de ver. Para testar, é simples: basta fazer o scroll da sua página ao lado de um amigo e confirmar: os vídeos mostrados para vocês dois vão ser bem diferentes um do outro. Agora o TikTok revelou o segredo por trás disso --- e, obviamente, não é mágica, mas tecnologia.

Basicamente, o sistema de recomendação de vídeos funciona com ajuda de uma combinação de fatores, como vídeos que os usuários gostam, contas que eles seguem, comentários publicados e conteúdos criados. Na hora de decidir qual vídeo será mostrado para quem, a empresa também leva em conta as preferências de idioma do dispositivo e o país de onde a pessoa está acessando o TikTok. Então, se seu celular está configurado para aparecer em inglês, as chances de vídeos estrangeiros aparecem para você é maior do que alguém que usa o celular em português.

O aplicativo também entende se o usuário é mais provavél a assistir um vídeo longo do começo ao fim, ou se ele prefere vídeos mais curtos. Tudo com base no que o indíviduo demonstra ou não interesse --- o que torna a experiência do usuário ainda mais exclusivo. Segundo o TikTok, a quantidade de seguidores dos criadores não é levada em conta na hora de um vídeo chegar a página do #ParaVocê.

Os algoritmos de preferência são muito usados pelas empresas de tecnologia atualmente. É quase como o feed da Netflix, que te indica filmes e séries baseando-se nos conteúdos que você assistiu previamente. Enquanto alguns entendem isso como invasão de privacidade, outros acreditam que a personalização das plataformas é um ponto extremamente positivo.

Em 2019, o TikTok foi o 3º aplicativo mais baixado no mundo, ficando atrás apenas do WhatsApp e do Facebook. Considerada uma nova “fábrica” de memes, a rede social é atrativa para seus usuários exatamente por permitir uma resposta instantânea aos vídeos.