Tecnologia

Novo queridinho do Vale do Silício: conheça o Airchat, app que só tem mensagens de áudio

Airchat tornou-se moda no Vale do Silício; plataforma permite ainda o compartilhamento de fotos e vídeos

Publicado em 16 de abril de 2024 às 09h05.

Disponível para iOS e Android, um novo aplicativo tornou-se febre no Vale do Silício. Trata-se do Airchat,

Ao abrir o app, o usuário percorre um feed de mensagens faladas, as quais pode responder e compartilhar. Tanto as mensagens quanto as respostas são em forma de gravações de áudio, as quais o app transcreve.  A ideia é impulsionar o uso da voz natural.

Também é possível partilhar fotografias e vídeos pela plataforma.

O Airchat foi concebido pelo empreendedor Naval Ravikant e pelo antigo executivo do Tinder, Brian Norgard. De acordo com o primeiro, a interação bem-sucedida entre humanos requer uma voz natural. "Os meios de comunicação online apenas com texto deram-nos a ilusão de que as pessoas não se podem dar bem, mas, na verdade, toda a gente se pode dar bem", declarou.

Todo o objetivo por trás do aplicativo é estimular a utilização da voz como meio de comunicação. Quando uma pessoa entra no aplicativo, as mensagens de áudio começam a tocar automaticamente, e é possível navegar por elas arrastando a tela para baixo e para cima.

É importante apontar que, como se baseia em transcrições de áudio, às vezes o texto transcrito possui erros. No entanto, na maioria das vezes, é possível entender perfeitamente o que se pretendia dizer.

De acordo com Norgard, conversando com os primeiros usuários da plataforma, ele descobriu se tratar, em sua maioria, de pessoas "muito introvertidas e tímidas".

O app tornou-se febre no Vale do Silício por um motivo: ele é inovador. Ao menos a princípio, o aplicativo traz à tona algo que, de forma geral, as redes sociais não valorizam muito: a espontaneidade da voz falada. Agora, resta ver se a moda será expandida para além dos Estados Unidos ou se estamos de frente a um fenômeno de curta duração.

Acompanhe tudo sobre:TecnologiaApps

Mais de Tecnologia

Boticário usa tecnologia adaptativa e cria base que combina com todas as peles

União Europeia prepara novas acusações antitruste contra Microsoft

Apple pode ter primeira greve de sua história com funcionários do varejo

Professores gerados por inteligência artificial dão aulas em universidade de Hong Kong

Mais na Exame