Tecnologia

Lojas agora aceitam celulares usados na compra de iPhones

Aparelhos de marcas como Lenovo, Samsung e Sony serão aceitos e reduzem o preço do smartphone da Apple


	iPhone 6s: modelo mais moderno da Apple custa a partir de 3.999 reais
 (Divulgação/Apple)

iPhone 6s: modelo mais moderno da Apple custa a partir de 3.999 reais (Divulgação/Apple)

Lucas Agrela

Lucas Agrela

Publicado em 1 de junho de 2016 às 15h42.

São Paulo – A partir de hoje, quem quiser comprar um iPhone na iPlace, revenda da Apple, ou em unidades da Mistertech poderá dar um smartphone antigo como parte do pagamento. Os produtos das principais marcas serão aceitos, como Lenovo (Motorola), Samsung ou Sony. 

A novidade é resultado de uma parceria das lojas com a Trocafone, uma startup brasileira que trabalha com a revenda de celulares e tablets seminovos.  

Guille Freire, CEO da Trocafone, afirma que os consumidores poderão ganhar um “valor mais interessante do que conseguiriam em outras plataformas de comércio”.  

A startup acredita que a aquisição de aparelhos usados por meio dos clientes da iPlace elevará o padrão de qualidade dos smartphones revendidos em seu site em 40%. O aumento seria devido ao cuidado com o qual os donos de iPhones tratam de seus dispositivos. 

Nas unidades da iPlace, as trocas serão baseadas no programa Upgrade, no qual o consumidor é estimulado a comprar a nova versão do seu smartphone. Além da Trocafone, a loja conta com outras parcerias para aceitar produtos usados como parte do pagamento.

Vale notar que a Trocafone, que faturou 40 milhões de reais em 2015, também é parceira da loja online da Samsung no Brasil.  

A Mistertech e a iPlace pertencem ao grupo Herval, que firmou a parceria com a Trocafone para possibilitar o uso de smartphones antigos para abater o preço de iPhones. 

O iPhone 6s hoje sai por a partir de 3.999 reais, enquanto o iPhone SE custa 2.699 reais (nos sites, nas lojas físicas, o valor é informado apenas sob consulta, apesar destes preços serem os oficiais da Apple no Brasil). 

Acompanhe tudo sobre:AppleCelularesEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaIndústria eletroeletrônicaiPhoneSmartphonesTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Agora todos poderão ver o que você comenta em um story do Instagram; saiba como

Boeing Starliner tem retorno à Terra adiado pela segunda vez

Internet em qualquer lugar? Starlink, de Elon Musk, lança antena do tamanho de um laptop

Você sabe o que é telemática? Tecnologia reduziu em 40% as taxas de colisões em estradas, diz estudo

Mais na Exame