Tecnologia

Google adia planos de bloquear cookies de terceiros mais uma vez

Medida foi remarcada para 2025 enquanto a Alphabet não chega a acordo com órgãos regulatórios e anunciantes

Por ora, Google Chrome não proibirá cookies de terceiros (Mateusz Slodkowski/Getty Images)

Por ora, Google Chrome não proibirá cookies de terceiros (Mateusz Slodkowski/Getty Images)

Publicado em 25 de abril de 2024 às 09h02.

Pela terceira vez, a Alphabet, dona do Google, adiou o plano de bloquear cookies de terceiros no navegador Chrome. O novo prazo para a implementação da restrição é o começo de 2025.

Cookies são scripts que ajudam anunciantes a coletar informações de atividade e navegação dos usuários. Assim, seu fim ajudaria a melhorar a privacidade de dados dos internautas.

De acordo com a empresa, o Google está em negociação com a autoridade de informação do Reino Unido com o intuito de determinar a melhor forma de realizar a transição.

Questões regulatórias e a pressão dos anunciantes que se beneficiam dos cookies são alguns dos principais entraves à maior regulamentação desses scripts. Atualmente, a companhia precisa demonstrar à Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) e ao Gabinete do Comissário de Informação (ICO) do Reino Unido que a implementação da nova medida não trará prejuízos aos seus concorrentes.

O ICO inclusive emitiu parecer afirmando que as mudanças propostas pelo Google não são suficientes para proteger a privacidade do internauta.

A Alphabet iniciou testes de bloqueio de cookies de terceiros no começo do ano, alcançando apenas 1% dos usuários do Chrome. No entanto, recentemente, o CMA e o ICO questionaram a forma de implementação do bloqueio, fazendo com que a empresa desistisse do seu plano de estender o recurso a todos seus usuários ainda em 2024.

Assim, o Google tenta chegar a um acordo com os anunciantes e com órgãos regulatórios. No meio tempo, quem é influenciada é a privacidade do consumidor, que não é protegida contra a coleta de dados muitas vezes sensíveis e particulares.

Acompanhe tudo sobre:GoogleAlphabet

Mais de Tecnologia

Como descobrir uma fonte a partir da imagem pela internet

Roubos de celular no Brasil inspiraram novas atualizações do Android

Bilionário do setor imobiliário vai tentar comprar o TikTok nos EUA

Criadores de conteúdo do TikTok entram na Justiça contra lei que força venda do app nos EUA

Mais na Exame