Acompanhe:

Fábrica na Alemanha usa energia solar e poupa 630 toneladas de poluentes

Sistema da ABB gera energia equivalente para abastecer 340 casas por um ano

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (ABB/Divulgação)

(ABB/Divulgação)

L
Lucas Agrela

Publicado em 16 de maio de 2019 às, 08h10.

São Paulo - A suíça ABB agora tem um fábrica neutra em emissões de CO2 na Alemanha. Ela utiliza eneegia solar na sua subsidiária em Busch-Jaeger, localizada em Luedenscheid. Por ano, a fábrica deixará de emitir 630 toneladas de CO2, estima a empresa.

Em dias ensolarados, a ABB poderá cobrir 100% das necessidades de energia na unidade.

“O sistema fotovoltaico é parte de uma solução que cobre todos os aspectos da produção e distribuição de energia, possibilitando a geração de energia suficiente para cobrir, em dias ensolarados, 100% de suas necessidades de energia”, diz, em nota a EXAME, Tarak Mehta, presidente do setor de eletrificação da ABB. Todos os componentes do sistema, chamado Optimax, estarão conectados e poderão ser controlados digitalmente.

Depois de captada, a energia também é armazenada em baterias da própria ABB, que têm capacidade de 275 kWh.

Com 3.500 metros quadrados, o sistema de energia solar fornecerá 1.100 MWh de energia por ano. Para efeito de comparação, o número é o equivalente ao fornecimento de energia a 340 casas por um ano. A energia excedente será usada para alimentar a rede pública da região. Para picos de uso de energia, a ABB conta com uma aliança com a MVV Energie AG, produtora de energia alemã, que garante 100% de produção neutra em CO2.

A nova unidade levou dois anos para ser construída e faz parte do projeto de redução de emissão de poluentes da companhia. Em 2018, mais da metade das receitas mundiais da ABB vieram de tecnologias que buscam combater a poluição e causas de mudanças climáticas. A meta declarada da empresa é elevar o número de 57% registrado em 2018 para 60% em 2020.

Segundo previsão da Agência Internacional de Energia, a capacidade de geração de energia solsr passará de 97 GW em 2017 para 600 GW em 2023. Essa energia será a mais popular entre as demais energias limpas, que, somadas, terão capacidade de 1 TW em 2023.

Últimas Notícias

Ver mais
Brasil alcança 2 milhões de residências com energia solar; veja o ranking dos estados
ESG

Brasil alcança 2 milhões de residências com energia solar; veja o ranking dos estados

Há 2 dias

Setor solar: empreendedores vão ter acesso a qualificação para alavancar resultados
ESG

Setor solar: empreendedores vão ter acesso a qualificação para alavancar resultados

Há uma semana

Brasil avança e chega ao sexto lugar em energia solar
ESG

Brasil avança e chega ao sexto lugar em energia solar

Há uma semana

Eclipse fará EUA perderem o equivalente a 30 reatores nucleares em geração de energia
Mundo

Eclipse fará EUA perderem o equivalente a 30 reatores nucleares em geração de energia

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais