Tecnologia

Evento da Apple deve apresentar novo iPod

Conferência será realizada a partir das 14 horas desta quarta-feira (1º) e acompanhada em tempo real pelo site EXAME

Local do evento será o mesmo onde foi apresentado o iPad no início do ano (.)

Local do evento será o mesmo onde foi apresentado o iPad no início do ano (.)

DR

Da Redação

Publicado em 1 de setembro de 2010 às 12h33.

São Paulo - A Apple realiza a partir das 14 horas (horário de Brasília) desta quarta-feira (1º) uma conferência voltada para a imprensa. Anunciado como um evento "musical", a apresentação, que ocorre em São Francisco, nos Estados Unidos, deve servir para o lançamento de uma nova versão de iPod.

Rumores que correm entre sites especializados em tecnologia dão conta de que a empresa fará o anúncio de uma nova geração do iPod Touch que traria recursos como o de videochamada FaceTime, além de um design semelhante ao do iPhone 4, lançado em junho. Novidades sobre o Game Center, uma plataforma de jogos sociais para iPod Touch e iPhone, e sobre um serviço de vídeos sob demanda para o iTunes também podem ser anunciados.

A empresa tradicionalmente lança novas versões da linha iPod em encontros no mês de setembro. O evento será realizado no Centro de Artes Yerba Buena, mesmo local onde foi feita a apresentação do iPad no início do ano, e será acompanhada em tempo real pelo site EXAME. As atualizações poderão ser conferidas abaixo:

http://www.coveritlive.com/index2.php/option=com_altcaster/task=viewaltcast/altcast_code=c2cf6f2712/height=600/width=460

Leia outras notícias sobre a Apple

Siga as notícias de Tecnologia do site EXAME no Twitter

Acompanhe tudo sobre:AppleEmpresáriosEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaiPodLançamentosPersonalidadesSteve JobsTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Google adia planos de bloquear cookies de terceiros mais uma vez

Meta ajusta projeções financeiras e planeja aumentar gastos em 2024

União entre Republicanos e Democratas contra o TikTok mostra o quão difícil é banir um aplicativo

Google proíbe impulsionamento de conteúdo político para as eleições de 2024 no Brasil

Mais na Exame