Tecnologia

Empresa cria tecnologia para fintechs e bancos

Nova tecnologia permite que aplicativos bancários aprimorem seus sistemas

Como a tecnologia da informação ajuda os bancos (Marcos Santos/USP Imagens/Reprodução)

Como a tecnologia da informação ajuda os bancos (Marcos Santos/USP Imagens/Reprodução)

ME

Maria Eduarda Cury

Publicado em 11 de junho de 2019 às 05h55.

Última atualização em 11 de junho de 2019 às 05h55.

São Paulo - Com foco em agilizar processos bancários, o aplicativo gratuito Celcoin, da empresa de mesmo nome, reúne todos os pagamentos do cliente em um lugar só, enviando-os para onde o dinheiro é destinado. A partir desta terça-feira (10), ele vai ampliar seu serviço para startups que usam a tecnologia para modernizar o setor, chamadas fintechs, e até mesmo bancos.

O Celcoin f. Hub, produto com tecnologia API (Interface de Programação de Aplicação) - o que significa que é capaz de integrar dois sistemas e facilitar as transações entre eles -, permite que, com apenas uma conexão, as companhias possam disponibilizar conteúdo digital, pagamento de contas, recargas de celular e transporte e até serviços de streaming em seus próprios aplicativos.

A ideia é que a tecnologia se torne aberta para que empresas parceiras a utilizem em seus próprios softwares, sem custo adicional para os consumidores, para que suas plataformas possam se expandir em questão de ferramentas e conteúdos e facilitar a vida do cliente.

Marcelo França, CEO da Celcoin, disse a EXAME que a intenção da companhia é democratizar e acelerar as transações bancárias. "Em vez de o cliente ter centenas de contratos, um para liberar cada função de seu banco, ele pode fazer uma única integração e reduzir em menos de um ano o tempo que demoraria para ter tudo ao seu alcance", declarou França.

Segundo França, toda a remuneração que receberão vem diretamente das empresas que utilizarem o financial hub - centro financeiro da Celcoin -, sem qualquer necessidade de o cliente pagar uma taxa. O serviço é disponibilizado gratuitamente pelo aplicativo que o utilizar.

Até o momento da publicação desta reportagem, não haviam sido informados os bancos brasileiros que aderiram ao serviço.

O lançamento oficial da marca acontece hoje, terça-feira (11), durante o CIAB Febraban - congresso de tecnologia da informação que ocorre em São Paulo.

Acompanhe tudo sobre:Bancosempresas-de-tecnologiaTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Internet em qualquer lugar? Starlink, de Elon Musk, lança antena do tamanho de um laptop

Você sabe o que é telemática? Tecnologia reduziu em 40% as taxas de colisões em estradas, diz estudo

Instagram está implementando 'live' apenas para melhores amigos

Vício em TikTok? O que é 'brainrot' e por que o termo está tão em alta

Mais na Exame