Acompanhe:

Em disputa contra a Apple, Gradiente sai perdendo

Empresa brasileira registrou marca iPhone nos anos 2000

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Pixabay/Reprodução)

(Pixabay/Reprodução)

L
Lucas Agrela

Publicado em 21 de setembro de 2018 às, 11h08.

Última atualização em 21 de setembro de 2018 às, 11h17.

São Paulo – Em recuperação judicial desde maio de 2018, com dívida de mais de 400 milhões de reais, a Gradiente saiu perdendo na última etapa da disputa judicial com a Apple pelo uso da marca "iphone" no Brasil. O STJ decidiu que a Apple não precisa indenizar a empresa brasileira pelo uso do nome, apesar de existir um registro de patente por "G Gradiente iPhone" desde o ano 2000, concedida somente em 2008, quando o iPhone foi lançado no país.

A Gradiente chegou a lançar aparelhos chamados iPhone que vinham com sistema Android. No entanto, ele não recebeu novas versões e não está mais disponível no mercado.

Procurada por EXAME, a Apple informou que não comentará o caso no momento. A Gradiente não respondeu ao contato da redação até a publicação desta matéria para informar se pretende recorrer da decisão.

Últimas Notícias

Ver mais
Apple quer reformular Macbooks com chips projetados para inteligência artificial
Inteligência Artificial

Apple quer reformular Macbooks com chips projetados para inteligência artificial

Há um dia

Apple alerta usuários de 92 países sobre ataque hacker ultrasofisticado
Tecnologia

Apple alerta usuários de 92 países sobre ataque hacker ultrasofisticado

Há 2 dias

Apple deve lançar novos AirPods em 2024; veja o que se sabe até agora
Tecnologia

Apple deve lançar novos AirPods em 2024; veja o que se sabe até agora

Há 5 dias

Apple demite 600 pessoas na Califórnia após encerrar projeto de carros elétricos
Tecnologia

Apple demite 600 pessoas na Califórnia após encerrar projeto de carros elétricos

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais