Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Edward Snowden participa do Fórum EXAME Segurança da Informação

Exilado na Rússia por divulgar detalhes de programas sigilosos dos EUA, ele concederá pela 1ª vez palestra ao vivo, via streaming, ao público brasileiro
R
Redação EXAME

Publicado em 22/08/2018 às 06:02.

Última atualização em 22/08/2018 às 15:22.

São Paulo — O ex-oficial de inteligência do governo americano Edward Snowden concederá pela primeira vez uma palestra ao vivo, via streaming, ao público brasileiro nesta quarta-feira. O encontro com Snowden, que terá como tema a privacidade de dados, é parte do Fórum EXAME Segurança da Informação, que acontece nesta quarta-feira em São Paulo. O evento vai discutir por que a segurança das informações, o uso e a proteção dos dados e a privacidade devem ser assuntos prioritários para você e para sua organização.

Snowden, exilado na Rússia, foi o responsável por revelar em detalhes alguns dos programas de vigilância que os Estados Unidos usavam para espionar e monitorar a população americana e vários países da Europa e da América Latina, entre eles o Brasil, inclusive fazendo o monitoramento de conversas da presidente Dilma Rousseff com seus principais assessores. As informações foram divulgas em grandes veículos de imprensa, como o inglês The Guardian e o americano Washington Post.

Além de Snowden, o evento conta com a participação de juristas, advogados, executivos e da equipe de EXAME que abordarão a segurança das informações e a proteção dos dados, sejam eles pessoais ou corporativos.

O momento para discutir o assunto não poderia ser mais oportuno. Com a aprovação na semana passada da Lei Geral de Proteção de Dados, as empresas brasileiras têm 18 meses para entrar em conformidade com a legislação, que garante ao cidadão que seja possível solicitar às empresas públicas e privadas informações sobre quando, como e por que seus dados são coletados, armazenados e compartilhados. Há também garantias quanto à revogação e portabilidade dos dados.

Para as empresas, o benefício se transcreve em segurança jurídica, já que a lei geral unifica as atuais normas de uso e armazenamento de dados previstas em outras regulações como o Código de Defesa do Consumidor, a Lei de Sigilo Bancário e até a Constituição.

O Fórum EXAME Segurança da Informação trata também dos riscos digitais para as empresas, levando em conta como mitigar os riscos de um eventual ataque e o que fazer depois de já ter sido atacado. A programação também prevê exposições e debates com especialistas e empresas que estruturaram estratégias e processos que poderão ser replicadas por outras organizações que precisem se proteger das ameaças.