DPVAT lança app que bloqueia ligações e mensagens enquanto você dirige

Aplicativo para smartphones com sistema Android visa reduzir mortes no trânsito

Celular: uso de smartphone ao volante aumenta risco de acidentes, diz OMS (Getty Images/Getty Images)
Celular: uso de smartphone ao volante aumenta risco de acidentes, diz OMS (Getty Images/Getty Images)
Lucas Agrela

Lucas Agrela

Publicado em 30 de setembro de 2019 às 17h30.

Última atualização em 30 de setembro de 2019 às 17h34.

São Paulo – O seguro obrigatório DPVAT lança nesta semana um aplicativo chamado Modo Trânsito. Disponível para celulares com sistema operacional Android, ele pode bloquear ligações e mensagens que você receber enquanto estiver ao volante.

O intuito do aplicativo é reduzir o uso do smartphone durante a condução de um veículo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), quem usa o celular enquanto dirige tem risco quatro vezes maior de se envolver em um acidente do que quem evita essa prática.

A iniciativa é da Seguradora Líder, responsável pelo pagamento dos benefícios dos mais de 200 milhões de beneficiários do DPVAT. Ao bloquear as ligações e mensagens, o aplicativo permite o envio de mensagens automáticas para seus principais contatos da agenda. As mensagens podem ser enviadas via SMS ou WhatsApp.

O Modo Trânsito pede acesso a uma série de funcionalidades do seu smartphone com sistema Android, como à central de notificações, às ligações e ao envio de mensagens. O aplicativo deve ganhar versão para iPhone no futuro.

Com o app, a seguradora Líder almeja diminuir os acidentes de trânsito. De janeiro a junho de 2019, o DPVAT pagou mais de 155 mil indenizações a vítimas de ocorrências em todo o Brasil. No primeiro semestre, o número de pagamentos de indenizações por mortes chegou a 18 mil. O seguro não requer apuração de culpa.

Mais de Tecnologia

Pulga atrás da orelha: minha experiência com o Vision Pro, da Apple

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Em Santa Catarina, médico leva Apple Vision Pro para ser usado em cirurgia ortopédica

TikTok dá mais um passo para fora dos Estados Unidos

Mais na Exame