Acompanhe:

Disney-ABC leva TV a múltiplas plataformas

Presidente do grupo defende distribuição de conteúdo multiplataforma

Modo escuro

Continua após a publicidade
Anne Sweeney, presidente do Disney-ABC, ressaltou que a TV está mais forte do que nunca, com as pessoas consumindo mais de 4 trilhões de horas de TV ao ano em todo o mundo. (Getty Images/EXAME.com)

Anne Sweeney, presidente do Disney-ABC, ressaltou que a TV está mais forte do que nunca, com as pessoas consumindo mais de 4 trilhões de horas de TV ao ano em todo o mundo. (Getty Images/EXAME.com)

D
Daniele Frederico

Publicado em 6 de outubro de 2011 às, 10h11.

Cannes - “A tecnologia digital não causou uma ruptura no negócio de TV. Ela o transformou”. Com frases como essa, que defendem a expansão do conteúdo televisivo pelas diferentes plataformas, Anne Sweeney, co-chair da Disney Media Networks e presidente do Disney-ABC Television Group, deixou claro o posicionamento do grupo de mídia em relação às novas formas de consumir e distribuir televisão. “Trata-se de alavancar a tecnologia para criar novas maneiras de dar às pessoas o que elas querem ver, onde, como e quando querem ver”, disse durante apresentação no Mipcom nesta quarta-feira, 5.

Anne ressaltou que a TV está mais forte do que nunca, com as pessoas consumindo mais de quatro trilhões de horas de TV ao ano em todo o mundo. “É difícil prever como a TV vai ser daqui a alguns anos, já que ela deve ser diferente para cada um”, afirmou.

O sucesso de um canal como o ABC Family, segundo a executiva, é uma mistura de marca forte, com bom conteúdo e tecnologia inovadora. “A tecnologia digital tirou as amarras do entretenimento”.

Critérios

Apesar de entusiasta das novas formas de distribuição de conteúdo, ela contou que a companhia segue alguns critérios para decidir em quais aparelhos e plataformas vai entrar. “Queremos trabalhar com empresas que respeitam nossa propriedade intelectual, protegem o conteúdo da pirataria, divulgam nossos produtos e que sejam conhecidas”, explicou. A “monetização” nessas novas plataformas não parece ser um problema para a Disney. Anne afirmou que cada nova oportunidade cria novas receitas. “Olhamos para a tecnologia digital como oportunidade e como algo a longo prazo”, disse.

Ela comemorou o lançamento do ABC TV on demand em Londres, pelo qual é possível assistir aos episódios dos programas do grupo após a sua exibição na TV, e disse que o modelo deve seguir para outros mercados. Anne celebrou ainda a distribuição para mais de 80 territórios da série “Missing”, lançada neste Mipcom com a presença dos produtores executivos e de parte do elenco, encabeçado pela atriz Ashley Judd, presente no evento.

Últimas Notícias

Ver mais
Enxuta, Telefunken, Walita: o que aconteceu com famosas marcas de eletrodomésticos do passado
seloNegócios

Enxuta, Telefunken, Walita: o que aconteceu com famosas marcas de eletrodomésticos do passado

Há 19 horas

Disney anuncia datas da D23 no Brasil; maior evento de celebridades da marca
Pop

Disney anuncia datas da D23 no Brasil; maior evento de celebridades da marca

Há 3 dias

Jonas Brothers no Brasil: ingressos para show em SP ainda estão disponíveis; veja onde comprar
Pop

Jonas Brothers no Brasil: ingressos para show em SP ainda estão disponíveis; veja onde comprar

Há 4 dias

Disney nunca faturou tanto com seus parques — e vai investir US$ 60 bi para continuar assim
seloNegócios

Disney nunca faturou tanto com seus parques — e vai investir US$ 60 bi para continuar assim

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais