Tecnologia

China promete punir hackers; diz não ter reclamação do Google

Pequim - A China prometeu punir hackers que ataquem o Google, se houver provas em relação a isso, mas disse que ainda não recebeu qualquer reclamação do site de buscas. O Google declarou em janeiro que pararia de restringir resultados de buscas chinesas e ameaçou deixar a China, a maior comunidade online do mundo com […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de março de 2010 às 13h13.

Pequim - A China prometeu punir hackers que ataquem o Google, se houver provas em relação a isso, mas disse que ainda não recebeu qualquer reclamação do site de buscas.

O Google declarou em janeiro que pararia de restringir resultados de buscas chinesas e ameaçou deixar a China, a maior comunidade online do mundo com 384 milhões de usuários, por causa da preocupação com hackers e censura.

Segundo a agência oficial Xinhua divulgou neste sábado, o vice-ministro da Indústria e da Tecnologia da Informação, Miao Wei, afirmou que o Google nunca apresentou nenhuma reclamação sobre os ataques ou buscou negociações.

"Se o Google tem evidências de que os ataques vêm da China, o governo vai punir os responsáveis de acordo com a lei", disse Miao.

"Não apoiamos hackers, porque também somos vítimas deles", acrescentou.

O Google não estava disponível para comentar de imediato.

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaChinacrimes-digitaisEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaGoogleseguranca-digitalTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Vício em TikTok? O que é 'brainrot' e por que o termo está tão em alta

Mais 168 cidades podem ter internet 5G a partir de sexta-feira; veja a lista

Carros autônomos: os robotáxis começam a virar realidade para a Waymo, do Google

Empresa chinesa avança em tecnologia quântica com novo termômetro de óxido de rutênio

Mais na Exame