Tecnologia

Apple pode lançar óculos de realidade aumentada em 2020

Novo produto da empresa da maçã pode chegar ao mercado durante o primeiro semestre do ano que vem

Tim Cook: em breve, CEO da Apple pode estar utilizando um óculos bem mais moderno do que esse (Apple/Reprodução)

Tim Cook: em breve, CEO da Apple pode estar utilizando um óculos bem mais moderno do que esse (Apple/Reprodução)

RL

Rodrigo Loureiro

Publicado em 10 de outubro de 2019 às 15h35.

São Paulo – A Apple está se preparando para lançar um óculos munido de inteligência artificial e com tecnologia de realidade aumentada. De acordo com Ming-Chi Kuo, analista de tecnologia da KGI Securities e conhecido por antecipar novidades da empresa, a fabricante de Cupertino pode anunciar o gadget já no segundo trimestre de 2020.

O novo produto da Apple ainda não teve muitos detalhes revelados e não há uma certeza se ele terá realmente formato de óculos ou se vai se assemelhar com um headset.

Apesar do design ainda não ter sido revelado, a expectativa, porém, é de que o produto tenha um desenho simples, tal como os celulares da Apple, e possa se conectar ao iPhone sem a necessidade de cabos.

Os rumores sobre um dispositivo de realidade virtual ou aumentada da Apple cresceram nos últimos anos. Muito por conta da entrada de outras gigantes da tecnologia neste mercado. Google, Facebook, Microsoft e Epson já se movimentam com o desenvolvimento ou o lançamento de produtos do tipo.

Lançar produtos diferentes de iPhones ou iPads tem se mostrado uma estratégia efetiva para os negócios da Apple. Além dos Apple Watches, os fones sem fio AirPods se tornaram um sucesso nas vendas. Neste ano, a expectativa é de que as vendas de 50 milhões de fones representem 8 bilhões de dólares na receita anual da empresa.

Acompanhe tudo sobre:AppleRealidade virtual

Mais de Tecnologia

Oracle encerra negócio de publicidade após queda de receita

Seu iPhone será atualizado? Confira a lista de quais modelos vão receber o novo iOS 18

A Apple conseguirá salvar o Vision Pro?

Americanos confiam mais no TikTok para notícias do que em outras redes, diz pesquisa

Mais na Exame