Acompanhe:

Após vazamento de fotos, Apple aumenta a segurança do iCloud

A Apple insistiu que o incidente não se deveu a nenhuma falha na segurança de seus dispositivos, mas na segurança deficiente das contas dos usuários

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Tim Cook recomenda ativar do método de verificação de dois passos, opcional para os possuidores de um identificador da Apple
 (Justin Sullivan/Getty Images)

Tim Cook recomenda ativar do método de verificação de dois passos, opcional para os possuidores de um identificador da Apple (Justin Sullivan/Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 5 de setembro de 2014 às, 06h50.

Washington - O CEO da Apple, Tim Cook, anunciou nesta quinta-feira que o sistema de armazenamento na nuvem iCloud incorporará dentro de 15 dias um novo alerta de segurança para evitar vazamentos como o que no fim de semana espalharam fotos íntimas de várias atrizes e celebridades pela internet.

Em uma entrevista ao "Wall Street Journal", a primeira após o escândalo, Cook explicou que este mecanismo servirá para avisar ao usuário quando houver uma tentativa de restaurar o conteúdo armazenado no iCloud.

O alerta permitirá "tomar uma ação imediata", seja mudando a senha para recuperar o controle da conta ou alertando a equipe de segurança da Apple.

Até agora os usuários recebiam um aviso via e-mail quando alguém tentava mudar a senha ou se conectava pela primeira vez de um dispositivo da Apple desconhecido, mas não havia notificações para as tentativas de restaurar o conteúdo armazenado no iCloud.

Cook defendeu que o mais importante para garantir a segurança do conteúdo armazenado na nuvem não é tanto o fator tecnológico, senhas difíceis ou sistema de dupla verificação.

"Quando penso nesta situação terrível que aconteceu e penso no que mais poderia ter feito, digo que a conscientização é a chave. Temos a responsabilidade de melhorá-la. Não se trata realmente de algo de engenharia", disse Cook.

No caso do último grande vazamento, que revelou fotos nuas de atrizes como Jennifer Lawrence, Kate Upton, e a cantora Rihanna, a Apple insistiu que o incidente não se deveu a nenhuma falha na segurança de seus dispositivos, mas na segurança deficiente das contas dos usuários.

A companhia recomenda ativar do método de verificação de dois passos, opcional para os possuidores de um identificador da Apple, que quando está em uso requer que o proprietário da conta confirme sua identidade antes de ser possível mudar a configuração do serviço ou realizar compras.

Segundo Apple, o vazamento das fotografias íntimas das famosas não teria sido possível se a dupla verificação estivesse ativada, porque os hackers não teriam como adivinhas as respostas às perguntas de segurança.

Com uma investigação após o escândalo, a Apple descartou há poucos dias o vazamento tivesse sido possibilitado por uma vulnerabilidade de seus sistemas.

A equipe que analisou o incidente chegou a essa conclusão após "mais de 40 horas" de trabalho nas quais descobriram que o ataque aconteceu mediante o emprego de "nomes de usuário, senhas e perguntas de segurança das famosas, uma prática que se tornou muito frequente na internet".

Apesar de muitas das fotos terem sido qualificadas como falsificações, algumas das celebridades admitiram a autenticidade das imagens, como Jennifer Lawrence. A atriz afirmou que processará "qualquer meio que hospedar ou divulgar as fotos roubadas".

A lista de famosas que vítimas deste ataque virtual inclui Ariana Grande, Rihanna, Victoria Justice, Kim Kardashian, Kate Upton, Lea Michelle, Mary Kate Olsen e Kirsten Dunst, segundo o portal Buzzfeed.com. 

Últimas Notícias

Ver mais
Receita estende até 12 de abril prazo para empresas aderirem ao piloto do 'Confia'
seloMinhas Finanças

Receita estende até 12 de abril prazo para empresas aderirem ao piloto do 'Confia'

Há 7 horas

Apple demite 600 pessoas na Califórnia após encerrar projeto de carros elétricos
Tecnologia

Apple demite 600 pessoas na Califórnia após encerrar projeto de carros elétricos

Há 14 horas

No pacote de remuneração da Oncoclínicas, uma revisão chama atenção
Exame IN

No pacote de remuneração da Oncoclínicas, uma revisão chama atenção

Há um dia

Petrobras: em meio ao risco de troca de CEO, ainda há espaço para upside
Exame IN

Petrobras: em meio ao risco de troca de CEO, ainda há espaço para upside

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais