Acompanhe:
seloRevista Exame

Em retomada, ArcelorMittal investe no consumidor final

Depois de parar de produzir durante a pandemia, a ArcelorMittal Brasil retorna gradualmente à normalidade e aposta nas vendas no varejo

Modo escuro

Continua após a publicidade
Meta é chegar a 100 pontos de venda até o fim do ano que vem (Alexandre Rezende/Nitro)

Meta é chegar a 100 pontos de venda até o fim do ano que vem (Alexandre Rezende/Nitro)

E
Ernesto Yoshida

Publicado em 19 de novembro de 2020 às, 05h06.

As siderúrgicas fornecem aço para várias indústrias, como a de automóveis, a construção civil, a de máquinas e equipamentos e a de eletroeletrônicos. Quando a pandemia de covid-19 chegou ao Brasil, a ArcelorMittal teve de pisar no freio. “Todos pararam repentinamente, e começamos a não mais receber pedidos”, diz Benjamin Baptista Filho, presidente da ArcelorMittal Brasil. Aos poucos, porém, o mercado siderúrgico iniciou a recuperação.

As empresas do futuro estão aqui. Conheça os melhores investimentos em ESG na EXAME Research

“Desde maio, nossa área de aços longos, impulsionada pela construção civil e pela área de infraestrutura do governo federal, está operando praticamente em plena capacidade”, diz Baptista Filho. A unidade de Tubarão, no Espírito Santo, especializada em aços planos, já opera com todos os seus três altos-fornos, embora sem usar toda a sua capacidade.

Uma aposta recente da ArcelorMittal é investir no varejo — foi a primeira siderúrgica no país a abrir uma rede de lojas e a lançar uma loja virtual de venda direta de mais de 500 produtos e soluções em aço ao consumidor final, como pedreiros, serralheiros e arquitetos.

A empresa já inaugurou 11 lojas-conceito e outras 23 em parceria com empreendedores — a meta é chegar a 100 pontos de venda até o final de 2021.  


Últimas Notícias

Ver mais
Porto tem trimestre acima do consenso; Kakinoff quer manter ritmo de crescimento
Exame IN

Porto tem trimestre acima do consenso; Kakinoff quer manter ritmo de crescimento

Há 19 horas

Na WEG, a falácia da baixa rentabilidade fora do Brasil
Exame IN

Na WEG, a falácia da baixa rentabilidade fora do Brasil

Há um dia

CEO da Alliança renuncia e Isabella Tanure assume comando
Exame IN

CEO da Alliança renuncia e Isabella Tanure assume comando

Há um dia

No resultado histórico da BRF, efeito cíclico ou mudança estrutural?
Exame IN

No resultado histórico da BRF, efeito cíclico ou mudança estrutural?

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais