Acompanhe:

Startup brasileira chega em primeiro lugar em competição na China

A Key2Enable cria tecnologia para permitir que pessoas com deficiências intelectuais e motoras desenvolvam habilidades e consigam ter mais autonomia

Modo escuro

Continua após a publicidade
China: para José Rubinger, CCO da Key2enable, China tem toda estrutura que uma startup precisa para se estabelecer e expandir mercado (Redpixel.pl/Shutterstock)

China: para José Rubinger, CCO da Key2enable, China tem toda estrutura que uma startup precisa para se estabelecer e expandir mercado (Redpixel.pl/Shutterstock)

A
Agência Sebrae de Notícias

Publicado em 3 de novembro de 2019 às, 06h00.

Última atualização em 3 de novembro de 2019 às, 07h00.

As startups brasileiras estão ganhando o mundo. A mineira Key2Enable ficou em primeiro lugar - empatada com outra startup - na categoria Internacional Track da competição internacional 5th China College Students 'Internet Plus' Innovation and Entrepreneurship Competition, realizada neste mês, na China. A empresa é uma das top 5, dentre 1.09 milhões de projetos inscritos, englobando 124 países.

A Key2Enable cria tecnologia para permitir que pessoas com deficiências intelectuais e motoras desenvolvam habilidades e consigam ter mais autonomia. Apoiada pela organização StartOut, ela vem acumulando diversas vitórias.

A empresa foi vencedora da seletiva do Like a Boss na Bett Educar e da Grande Final do Like a Boss no Startup Summit - onde, por ficarem em primeiro lugar, conquistaram o direito de participar dessa viagem à China e de participarem do campeonato mundial, realizado em Hangzhou. Além disso, a Key2Enable acumula alguns outros reconhecimentos no mercado, sendo recentemente vencedora do Innovation Awards Latam.

"Quando possibilitamos a ida de startups brasileiras para se apresentarem na China, todos ganharam: as startups, pela oportunidade de geração de negócios e internacionalização; o país anfitrião, por atrair novas tecnologias de todo o mundo para dentro; e o Brasil, por se posicionar como um país inovador e com empresas de qualidade no mercado internacional”, explica Natalia Bertussi, analista em inovação do Sebrae.

Para José Rubinger, CCO da Key2enable, a visita ao país superou todas as expectativas. Segundo o empreendedor, a China tem toda estrutura que uma startup precisa para se estabelecer e expandir mercado. “Imaginava que era um país fechado, mas eles estão buscando novas inteligências pelo mundo, estão convidando empresas, criando hubs e coworkings para integração. Além disso, providenciam moradia e investimento. Foi interessante ver essa realidade”.

Rubinger ainda conta que ficar em primeiro lugar na categoria Internacional Track é a prova de que estão no caminho certo. “Independente do continente, estamos fazendo a melhor escolha ao trabalhar com as pessoas com deficiência, focando na inclusão e diversidade. Não pensando nas limitações e sim nas habilidades”.

Além da 5th China College Students, uma outra competição foi realizada em Macau, localizada no sul da China. A Key2Enable abocanhou o primeiro lugar e a Cheap2ship ficou em terceiro. A Cheap2ship é uma solução de redução de custos na contratação de frete internacional.

Últimas Notícias

Ver mais
Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica
Economia

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica

Há 7 horas

20 milhões para investir: o que Ace Ventures procura na nova safra de startups
seloNegócios

20 milhões para investir: o que Ace Ventures procura na nova safra de startups

Há 9 horas

Biden diz que irá investigar carros chineses sob suspeita de espionagem
Mundo

Biden diz que irá investigar carros chineses sob suspeita de espionagem

Há 9 horas

Como uma mãe de 50 anos criou uma startup de US$ 1,3 bilhão
seloNegócios

Como uma mãe de 50 anos criou uma startup de US$ 1,3 bilhão

Há 11 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais