Pedidos de registro para marcas próprias crescem 19% entre as PMEs

Mesmo com a pandemia, pequenas empresas foram responsáveis por quase metade do número de pedidos para a criação de novas marcas em 2020, segundo dados do INPI e Sebrae

Mesmo em meio à crise provocada pela pandemia do coronavírus, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por um aumento de 19% no número total de pedidos para registros de marcas próprias em 2020, segundo dados do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Os resultados foram divulgados em parceria com o Sebrae nesta segunda-feira, 26, quando se comemora o Dia Mundial da Propriedade Intelectual.

Em termos gerais, o INPI recebeu cerca de 275 mil pedidos para abertura de novas marcas no último ano, um aumento de 28% frente aos pedidos realizados em 2019. Destes, 126 mil foram feitos apenas por pequenos negócios. Em 2019, os resultados foram inferiores: foram 254 mil pedidos, sendo cerca de 106 mil de microempreendedores individuais (MEI), micro e pequenas empresas.

“Sem dúvida, o processo de análise dos pedidos, feito pelo INPI, ficou mais eficiente. Vários empresários tiveram essa percepção”, disse, em nota, a analista de inovação do Sebrae, Raquel Minas. “Antes, o processo demorava mais de três anos até sair a decisão final. Hoje, isso é feito em menos de um ano”.

Segundo Minas, o Sebrae tem mobilizado ações para pequenas e médias empresas a respeito da importância da propriedade intelectual. Na prática, o registro garante a exclusividade de um nome, marca, produto ou ideia, impedindo o uso por terceiros, por exemplo.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.