Acompanhe:

Como definir a proposição de valor da minha startup?

Startups de sucesso são as que conseguem despertar no seu cliente o desejo inadiável de pagar pelo produto

Modo escuro

Continua após a publicidade
Análise de dados (Stock.xchng/Reprodução)

Análise de dados (Stock.xchng/Reprodução)

E
Editado por Daniela Moreira

Publicado em 3 de agosto de 2011 às, 18h57.

Como definir a proposição de valor da minha startup?
Respondido por Yuri Gitahy, especialista em startup

Uma das razões de startups serem bem diferentes das empresas tradicionais é a dificuldade de definir uma proposição de valor clara, e saber como exatamente se dá o encaixe entre duas coisas críticas: a oferta da empresa e a demanda do cliente. Por que isso acontece?

Enquanto micro e pequenas empresas tradicionais são montadas para atender uma demanda existente ou explorar uma oportunidade de mercado (ou seja, oferecer uma solução para um problema conhecido), startups procuram soluções flexíveis e adaptáveis para problemas que nem sempre estão claramente explícitos. Em outras palavras, diz-se que startups muitas vezes trabalham com soluções desconhecidas para problemas desconhecidos ou mesmo inexistentes. As que têm muito sucesso são as que conseguem despertar no seu cliente o desejo inadiável de pagar pelo produto.

O iPod e iPad são exemplos de produtos criados para resolver problemas inexistentes. Em diferentes pontos do tempo, a Apple criou um mercado para dois produtos que não eram uma necessidade de seus públicos. Para isso acontecer, empregou-se milhões e milhões de dólares em marketing, publicidade e pesquisa & desenvolvimento, criando gradualmente o desejo de compra no consumidor. Mas provavelmente sua startup não terá o mesmo orçamento de marketing da Apple.

É difícil saber separar o que você vende (por exemplo, "organizador financeiro para pessoas físicas") da sua proposição de valor real ("disciplina e economia para pessoas que gastam muito"). Mesmo assim, com o tempo você será capaz não só de validar suas hipóteses como também exercitar diferentes formas de verbalizar sua proposição de valor. Você irá entender que os Correios oferecem "qualidade e confiança de entrega", e não "transporte de cartas e encomendas". Ou que o Google vende "publicidade online ao alcance de qualquer um", e não "anúncios nos resultados de busca".

Esteja você explorando uma oportunidade simples de mercado ou propondo uma inovação radical, entenda que a proposição de valor é seu carro chefe para explicar seu produto ou serviço. Mesmo assim, ela não vale muita coisa se o que você estiver vendendo for algo que ninguém pagará para usar.
 

O que é uma startup?

 

Yuri Gitahy é investidor-anjo, conselheiro de empresas de tecnologia e fundador da Aceleradora, que apoia startups com gestão e capital semente

Envie suas dúvidas sobre startups para examecanalpme@abril.com.br.


Últimas Notícias

Ver mais
“Estou muito interessado em oportunidades no Brasil”, diz Victor Lazarte, fundador da Wildlife
seloNegócios

“Estou muito interessado em oportunidades no Brasil”, diz Victor Lazarte, fundador da Wildlife

Há 14 horas

"Eu estou mais otimista do que há um ano", afirma Alex Szapiro, líder do SoftBank na América Latina
seloNegócios

"Eu estou mais otimista do que há um ano", afirma Alex Szapiro, líder do SoftBank na América Latina

Há um dia

Startup desenvolve solução feita com resíduos para captar CO2 da mineração
ESG

Startup desenvolve solução feita com resíduos para captar CO2 da mineração

Há um dia

Com influenciadores e executivos, Gramado Summit começa nesta quarta-feira; veja programação
seloCarreira

Com influenciadores e executivos, Gramado Summit começa nesta quarta-feira; veja programação

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais