Future of Money
Acompanhe:

Pix ganha prêmio internacional de inovação em meios de pagamento

Sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central vence categoria 'Inovação de Pagamentos' na premiação Fintech & Regtech Global Awards 2021

 (Rafael Henrique/SOPA/Getty Images)

(Rafael Henrique/SOPA/Getty Images)

C
Cassio Gusson, Cointelegraph Brasil

18 de junho de 2021, 11h06

O Pix foi eleito o melhor sistema de pagamentos do mundo entre todos os produtos de pagamentos de Bancos Centrais, lançados nos últimos 12 meses. O sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil foi o vencedor na categoria "Inovação de Pagamentos" na premiação Fintech & Regtech Global Awards 2021.

Na categoria em que o Pix ficou com o primeiro lugar, foram avaliadas iniciativas de pagamento que foram lançadas no último ano, controladas ou supervisionadas por um banco central ou outro regulador financeiro e que, com base no uso de uma nova tecnologia, resultaram em ganhos de eficiência, tanto em custos, como em velocidade, além de terem contribuído para a inclusão financeira.

Por conta da pandemia de covid-19, a premiação, realizada na última quarta-feira, 16, foi realizada de forma online. O presidente do BC, Roberto Campos Neto, agradeceu em vídeo o reconhecimento dado ao Pix: “É uma grande honra receber esse prêmio, ter esse importante reconhecimento do Central Banking Awards 2021. O Pix contribui de maneira decisiva para a democratização do acesso a meios eletrônicos de pagamento e impulsiona a competição e gera mais eficiência no mercado. Ele atingiu resultados expressivos em um curto período de tempo e continua crescendo a cada semana”.

Campos Neto fez questão de agradecer o "time incrível” que tem trabalhado na implementação e na operacionalização do Pix e disse que o BC tem atuado para o desenvolvimento de novas funcionalidades do ecossistema, como “no futuro, a possibilidade de incluir pagamentos instantâneos de outros países”.

O Fintech & Regtech Global Awards, que está em sua quarta edição, é realizado anualmente pela "Central Banking", publicação online especializada em assuntos relacioandos aos bancos centrais de todo o mundo. Recentemente, o Banco Central do Brasil também foi premiado nas categorias gerenciamento de riscos e melhor site de banco central (2020) e iniciativa de sandbox (2019).

Real Digital e PIX

Recentemente o economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e ex-diretor do Banco Central, da Petrobras e do BNDES, Carlos Thadeu de Freitas Gomes, ressaltou que o BC espera que o varejo adote amplamente o real digital, até mesmo entre os brasileiros desbancarizados.

Para o economista, Pix e Open Banking, novidades do BC baseadas em tecnologias disruptivas, serão integrados ao real digital, mas a versão física da moeda não deve acabar.

"O real digital será integrado às inovações tecnológicas já em andamento, como o Pix e o Open Banking, que vêm se tornando cada vez mais importantes no sistema financeiro. O real em espécie não deixará de existir, podendo o consumidor escolher como deseja manter seu dinheiro. Essa nova possibilidade abrirá, porém, concorrência entre as duas formas de moeda, gerando um risco para os bancos comerciais, que operam os depósitos à vista e o crédito. Isso porque eles utilizam os recursos dos depósitos em suas negociações e, assim, movimentam o sistema financeiro."

Ele destaca, porém, que os pequenos comerciantes podem demorar para adotar a versão digital do real.

"Nossa visão é a de que o pequeno comércio deve demorar para se adaptar a essa novidade, pois as vendas realizadas em dinheiro vivo ainda são uma realidade no país, mesmo o varejista incorrendo no custo de carregamento do estoque de moeda. Muitos estabelecimentos de pequeno porte não operacionalizam a folha de pagamentos via banco, por exemplo, pagando os salários dos funcionários em espécie. Essa prática, ainda comum, estimula o uso da moeda física."

Ele também destaca que o Banco Central busca prevenir a lavagem de dinheiro e as remessas ilegais com a digitalização da moeda nacional.

por Cointelegraph Brasil

Últimas Notícias

ver mais
Open banking agora será open finance, declara BC
PIX e open banking

Open banking agora será open finance, declara BC

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
BC adia para setembro de 2022 funcionamento completo do open banking
seloMinhas Finanças

BC adia para setembro de 2022 funcionamento completo do open banking

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Seis meses de Pix: como avançamos e quais são os próximos passos?
PIX e open banking

Seis meses de Pix: como avançamos e quais são os próximos passos?

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Pix passa de R$ 1 trilhão movimentados e chega a quase 40% dos brasileiros
PIX e open banking

Pix passa de R$ 1 trilhão movimentados e chega a quase 40% dos brasileiros

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
icon

Brands

ver mais

Uma palavra dos nossos parceiros

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais