Negócios

Up! vai acelerar negócios da Volks no Brasil – mas não agora

Substituto do Gol Geração 4, modelo estreou com vendas fracas, mas que devem crescer gradativamente, afirmam especialistas


	Up!, da Volkswagen: modelo tem potencial de vender mais de 5.000 unidades por mês, mas não imediatamente
 (Divulgação/Volkswagen)

Up!, da Volkswagen: modelo tem potencial de vender mais de 5.000 unidades por mês, mas não imediatamente (Divulgação/Volkswagen)

Daniela Barbosa

Daniela Barbosa

Publicado em 14 de abril de 2014 às 12h08.

São Paulo –  O Up!, modelo mais recente lançado pela Volkswagen, vendeu pouco mais de 2.000 unidades no país em fevereiro, segundo dados da Fenabrave. Em março, as vendas foram um pouco melhores com cerca de 3.500 comercializadas.

O modelo já aparece entre os 20 mais vendidos do Brasil, mas está distante de atingir as expectativas do mercado, que estima vendas superiores a 5.000 unidades por mês.

Substituto do Gol Geração 4 - que deixou de ser fabricado em dezembro pela Volks -, o Up!, segundo Fernando Calmon, especialista do setor de automóveis, foi lançado em um momento não muito favorável para vendas de carros no Brasil: no meio de um mês curto, fevereiro, e com o feriado de Carnaval logo em seguida.  

Para ele, outro fator que pode estar atrapalhado o desempenho do Up! Neste primeiro momento é o preço, uma vez que o modelo ainda não tem versões com valores parecidos  com o do Gol G4.

"Ainda é muito cedo para prever o que vai acontecer daqui para frente com as vendas do Up!. O mercado precisa se acomodar primeiro e somente no segundo semestre vai ser possível fazer uma avaliação mais realista sobre o assunto", disse o especialista em entrevista à EXAME.com.

Embora ainda não tenha certeza do que está por vir, Calmon afirma que o modelo tem potencial de atingir vendas mensais de 8.000 unidades.

"O lançamento do novo Ka, da Ford, previsto para o meio do ano, também pode ajudar a configurar melhor esse cenário, uma vez que os dois modelos serão rivais no mercado de carros compactos", afirmou.


Versões mais baratas

Segundo Roberto Barros, consultor da IHS Automotive, o lançamento de novas versões do modelo, principalmente a de duas portas, pode impulsionar as vendas do Up! daqui para frente.

"Trabalhamos com a estimativa de que o modelo possa atingir vendas superiores a 5.000 unidades por mês e, com a chegada de opções mais em conta, as vendas tendem a crescer", afirmou Barros. As primeiras versões do Up! chegaram ao mercado com preço a partir de 26.900 reais.

Para a Volkswagen, as vendas do Up! estão atendendo às expectativas da empresa, com participação crescente de mercado, demostrando a excelente receptividade do modelo pelos consumidores.

O modelo foi lançado inicialmente em seis versões. “Até o final deste mês, vamos lançar mais duas versões do modelo: a com duas portas e a com a transmissão I-Motion", disse a montadora, em nota.

Buraco

O fim da produção do Gol G4 e o mercado mais fraco impactaram as vendas da Volks no primeiro trimestre do ano no Brasil.

Na comparação com o mesmo período de 2013, a montadora vendeu 13,54% a menos, um total de 135.565 unidades, segundo a Fenabrave. Já o mercado vendeu 1,68% a menos na mesma base de comparação

A linha do Gol apresentou queda ainda maior no período. Até março, a montadora tinha vendido 48.292 unidades, 15,68% a menos em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Difícil é saber se o Up! será capaz de tapar esse buraco a partir de agora. 

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosIndústriaVeículosVolkswagenVW Up!

Mais de Negócios

“Vamos investir 800 milhões de dólares para transição de veículos elétricos”, diz CEO global do Uber

Universidade aposta em software com IA para aumentar a segurança no campus

Sebrae promove evento gratuito sobre sustentabilidade para pequenos negócios. Inscreva-se

Os CEOS mais bem pagos em 2023 nos EUA

Mais na Exame