Lucro da AB InBev registra alta de 72% no 1º trimestre

O grupo de capital belga e brasileiro registrou lucro líquido de 1,458 bilhão de dólares entre janeiro e março de 2017

A Anheuser-Busch InBev, líder mundial do setor de cervejas que concretizou no fim de 2016 sua fusão com a britânica SABMiller, anunciou nesta quinta-feira um aumento de 72% no lucro líquido no primeiro trimestre.

O grupo de capital belga e brasileiro, que registrou lucro líquido de 1,458 bilhão de dólares entre janeiro e março de 2017, destacou que no primeiro trimestre do ano passado foi "impactado pelos custos de pré-financiamento da aquisição da SABMiller, sua antigo rival e número dois do setor.

"A integração de SAB continua a um ritmo constante, com 252 milhões dólares de sinergias realizadas no primeiro trimestre", anunciou o grupo, que não revelou detalhes sobre a meta de resultados para 2017.

De janeiro a março, o lucro operacional subiu 5,8%, a 4,809 bilhões de dólares, apesar dos resultados ruins no Brasil, um de seus principais mercados.

"O contexto político e macroeconômico no Brasil continua difícil e calculamos que o volume do setor de cerveja retrocedeu no trimestre", indicou a empresa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.