Negócios
Acompanhe:

Governo pede esclarecimentos sobre segurança do Kinder Ovo no Brasil

O caso surge após a Bélgica fechar fábrica da Kinder no país na semana passada diante de um surto de salmonella. No Brasil, há produção própria

Kinder Surprise: produto foi alvo de recall na Europa (Victoria Jones/PA Images via/Getty Images)

Kinder Surprise: produto foi alvo de recall na Europa (Victoria Jones/PA Images via/Getty Images)

D
Da Redação

13 de abril de 2022, 16h56

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, notificou a italiana Ferrero Rocher sobre a situação do chocolate Kinder Ovo no Brasil.

As informações são da revista VEJA e do jornal O Globo.

O caso surge após a Bélgica fechar fábrica da Kinder no país na semana passada diante de um surto de salmonella, enquanto outros países também têm recolhido os produtos das prateleiras. O grupo Ferrero também estendeu o "recall" para EUA e Argentina na ocasião, mas a medida não chegou ao Brasil.

O Brasil não está envolvido no recall porque a Ferrero tem produção própria, segundo informou a companhia.

 

O pedido da Senacon acontece diante do caso na Europa, segundo a secretaria.

"No país europeu, o fabricante Ferrero realizou o recall e retirou os produtos das prateleiras dos estabelecimentos para evitar a contaminação de outras pessoas. Segundo a Food Standards Agency (FSA), da Grã-Bretanha, o recall afeta os ovos Kinder Surprise simples e múltiplos", afirmou a Senacon.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Com a palavra, a Ferrero

A Ferrero informou em nota à EXAME que:

"A Ferrero Brasil informa que ainda não recebeu qualquer notificação oficial da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão que integra o Ministério da Justiça, sobre possíveis esclarecimentos em relação a episódios de intoxicação por salmonella em produtos da Kinder Europa e destaca que recebeu, a partir da imprensa, a informação sobre o caso.

Estamos em constante contato com as autoridades em todos os países em que operamos. No Brasil, a Ferrero entrou em contato voluntariamente com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), esclarecendo os fatos e colocando-se à disposição para quaisquer informações adicionais.

A Ferrero reitera que o recall voluntário que vem sendo realizado em outros países refere-se apenas a produtos das linhas Kinder Surprise, Kinder Mini Eggs, Kinder Surprise Maxi 100g e Kinder Schokobons fabricados em Arlon, Bélgica. Estes produtos não são vendidos pela Ferrero no Brasil, portanto não há que se falar em retirada destes itens do país.

Lamentamos esta situação. A segurança dos alimentos, a qualidade e o cuidado estão em nossa essência desde a fundação da empresa. Este sério episódio atinge o cerne do que defendemos e tomaremos todas as medidas necessárias para preservar a total confiança de nossos consumidores".