Negócios

CorpBanca contrata Goldman e BofA para vender controle

Segundo fontes, Itaú Unibanco foi uma das instituições sondadas para o negócio


	Itau Unibanco: banco brasileiro seria um dos interessados no banco do bilionário chileno Álvaro Saieh
 (Wikimedia Commons)

Itau Unibanco: banco brasileiro seria um dos interessados no banco do bilionário chileno Álvaro Saieh (Wikimedia Commons)

DR

Da Redação

Publicado em 28 de novembro de 2013 às 19h23.

Santiago/São Paulo - CorpBanca, o banco do bilionário chileno Álvaro Saieh, contratou o Goldman Sachs Group Inc. e o Bank of America Corp. para vender o controle da instituição, segundo duas pessoas a par do assunto que pediram para não ser identificadas porque as negociações são privadas.

Itaú Unibanco Holding SA foi uma das instituições sondadas para o negócio, disse uma das pessoas. CorpBanca, como sede em Santiago, tem um valor de mercado de US$ 4,22 bilhões. Saieh e sua família detém 76 por cento do banco direta ou indiretamente, segundo o relatório anual da instituição.

O presidente do Itaú, Roberto Setubal, disse em 12 de novembre que Chile é um mercado prioritário e que o banco estudava a possibilidade de aquisições na América Latina.

Michael Duvally, porta-voz do Goldman Sachs em New York, e Kerrie McHugh, da área de comunicação do Bank of America em New York, negaram-se a comentar o assunto.

O porta-voz do CorpBanca também não quis comentar, após telefonema feito ontem. Itaú também não comentou, segundo um representante que pediu para não ser identificado.

O website chileno El Mostrador disse hoje que o CorpBanca estava em negociações com quatro instituições para venda do controle, incluindo o Itaú. 

Acompanhe tudo sobre:BancosEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasFinançasFusões e AquisiçõesItaúItaúsa

Mais de Negócios

Startup do Paraná que ajuda call center a ligar para você compra empresa e mira R$ 100 milhões

Eles voltaram: depois de Floripa e POA, patinetes desembarcam no Rio e irão chegar a São Paulo

O bilionário de 80 anos que ficou US$ 40 bilhões mais rico num ano – e US$ 2,8 bi mais rico em 24h

Como o chef João Diamante está ajudando a mudar o mundo por meio da alimentação

Mais na Exame