Mundo

Ucrânia diz ter frustrado plano da Rússia para matar Zelensky

Dois coronéis da unidade de proteção do governo ucraniano foram presos

A Rússia emitiu um mandado de busca contra o presidente ucraniano no final de semana

A Rússia emitiu um mandado de busca contra o presidente ucraniano no final de semana

Publicado em 7 de maio de 2024 às 09h22.

O serviço de segurança ucraniano (SBU) disse ter frustrado uma conspiração russa para assassinar o presidente Volodymyr Zelensky e outros altos funcionários ucranianos. As informações são da BBC.

Dois coronéis da unidade de proteção do governo ucraniano foram presos.

Eles teriam procurado "executores" voluntários entre os guarda-costas de Zelensky para sequestrá-lo e matá-lo.

A SBU disse que eles faziam parte de uma rede de agentes pertencentes ao serviço de segurança do Estado russo (FSB), órgão que sucedeu a KGB da antiga União Soviética e que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, trabalhou quando jovem.

Putin ordena exercícios nucleares com tropas perto da Ucrânia

O presidente da Rússia Vladimir Putin ordenou que os militares russos realizassem exercícios de armas nucleares envolvendo a marinha e as tropas perto da Ucrânia, disse o Ministério da Defesa na segunda-feira, 6.

Os exercícios têm como objetivo garantir a integridade territorial e a soberania da Rússia "em resposta às declarações provocatórias e ameaças de certos funcionários ocidentais contra a Federação Russa", disse o ministério, citado pela Reuters.

Putin elevou a sua retórica nuclear desde o início do conflito na Ucrânia, alertando no seu discurso à nação em fevereiro que havia um risco “real” de guerra nuclear.

Rússia emite mandado de busca contra Zelensky

Rússia emitiu um mandado de busca contra o presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, devido "ao abrigo de um artigo de código penal". O anúncio, que não entra em maiores detalhes, foi feito neste sábado, 4, no site do Ministério do Interior russo.

Também foi emitida outra ordem de busca contra o ex-presidente ucraniano Piotr Poroshenko, antecessor de Zelenski que ficou no poder até 2019.

Acompanhe tudo sobre:UcrâniaRússiaVladimir PutinVolodymyr-Zelensky

Mais de Mundo

Eleição nos EUA: Anúncio da campanha de Biden chama atenção para status de criminoso de Trump

Empresas chinesas focam em aumentar vendas com patrocínio nas Olimpíadas de Paris

Vendas no varejo de bens de consumo social aumentam 3,7% na China

Unesco alerta para o custo trilionário de não investir na educação

Mais na Exame