Mundo

Tesla aumenta vendas de veículos elétricos na China em maio, em meio à recuperação da demanda

Vendas totais de carros elétricos de passageiros aumentaram 35% em relação ao ano anterior no país

Tesla model Y supercharger charging. (Universal Images/Getty Images)

Tesla model Y supercharger charging. (Universal Images/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 4 de junho de 2024 às 09h44.

As vendas da Tesla na China aumentaram em maio, com o crescimento da demanda do país por veículos elétricos (EVs, na sigla em inglês), graças aos programas de troca do governo e ao interesse do consumidor gerado pelo Auto Show de Pequim.

A fabricante de veículos elétricos dos EUA vendeu 72.573 carros fabricados na China em maio, um aumento de 17% em relação ao ano anterior, mostraram dados preliminares da Associação de Carros de Passageiros da China (CPCA, na sigla em inglês) divulgados nesta terça-feira, 4. No entanto, as vendas da Tesla caíram 6,5% em relação a abril.

A CPCA estima que as vendas totais de carros elétricos de passageiros na China no mês passado aumentaram 35% em relação ao ano anterior, para cerca de 910 mil unidades, um aumento de 16% em relação a abril.

A Tesla continuou como a segunda maior vendedora de veículos elétricos na China. Sua rival BYD vendeu 330.488 unidades em maio, marcando o terceiro mês consecutivo de mais de 300 mil vendas de veículos. A chinesa BYD, apoiada por Warren Buffett, ultrapassou a Tesla como a maior vendedora de EVs do mundo no último trimestre de 2023. Fonte: Dow Jones Newswires.

Acompanhe tudo sobre:ChinaTeslaCarros elétricosMobilidadeEstados Unidos (EUA)

Mais de Mundo

Brasil é 3º país mais inseguro da América do Sul, diz Global Peace Index

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Pequeno município no leste da China desenvolve indústria panificadora bilionária

Após escândalo com PwC na China, KPMG e EY assumem auditorias no país

Mais na Exame