Mundo

Satélite localiza 300 objetos em zona de busca do voo MH370

O tamanho dos objetos varia de dois a 15 metros


	Militares da Austrália procuram por destroços do voo MH370 no sul do Oceano Índico: as imagens via satélite são de terça-feira, mas só foram analisadas na quarta-feira
 (Paul Kane/AFP)

Militares da Austrália procuram por destroços do voo MH370 no sul do Oceano Índico: as imagens via satélite são de terça-feira, mas só foram analisadas na quarta-feira (Paul Kane/AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 27 de março de 2014 às 07h30.

Bangcoc - Um satélite tailandês localizou quase 300 objetos em uma área do Oceano Índico na qual é procurado o voo MH370, concretamente a 2.700 km de Perth, na Austrália, anunciou uma agência pública tailandesa.

"Um satélite tailandês descobriu quase 300 objetos, com tamanho que oscila entre dois e 15 metros, flutuando no sul do Oceano Índico, a 2.700 km de Perth", declarou à AFP Anond Snidvongs, diretor executivo da agência pública GISTDA.

"Mas não podemos confirmar, não nos atrevemos a confirmar que são destroços do avião", completou.

As imagens via satélite são de terça-feira, mas só foram analisadas na quarta-feira, segundo a agência. As informações foram transmitidas ao governo da Malásia.

Os objetos estão espalhados em uma zona de centenas de quilômetros quadrados, 2.700 km ao sudoeste de Perth, a 200 km da zona localizada por um satélite francês de Airbus, segundo a agência tailandesa.

As imagens do satélite francês revelaram a presença de 122 objetos flutuantes em um perímetro de 400 quilômetros quadrados no sul do Oceano Índico, dentro da área de busca definida pelos países que participam na missão.

Tempestades e fortes ventos obrigaram a suspensão das operações no sul do Oceano Índico nesta quinta-feira.

Acompanhe tudo sobre:acidentes-de-aviaoÁsiaAviõesBoeing 777MalásiaSatélitesTailândiaTransportesVeículosVoo MH370

Mais de Mundo

Com novo primeiro-ministro, Haiti se debate entre a esperança e a prudência

Trump é condenado por fraude em processo envolvendo suborno a ex-atriz pornô

Crescimento do PIB americano no 1º trimestre desacelera mais que o estimado, recuando a 1,3%

Nissan emite alerta para veículos equipados com airbags Takata nos Estados Unidos

Mais na Exame