Mundo

Primeiro-ministro da Espanha pedirá extensão do isolamento até 9 de maio

Pedro Sanchez pedirá a terceira prorrogação do isolamento social no país que registrou 565 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas

Pedro Sanchez, primeiro-ministro espanhol: pretende relaxar as restrições para as crianças, que poderiam sair de suas casas após 27 de abril (Agence France-Presse/AFP)

Pedro Sanchez, primeiro-ministro espanhol: pretende relaxar as restrições para as crianças, que poderiam sair de suas casas após 27 de abril (Agence France-Presse/AFP)

R

Reuters

Publicado em 18 de abril de 2020 às 16h42.

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, disse neste sábado que pedirá ao Parlamento uma terceira prorrogação, de 15 dias, do bloqueio imposto para conter o surto do novo coronavírus, estendendo as restrições até 9 de maio.

Sanchez manifestou a intenção de relaxar as restrições para as crianças, que poderiam sair de suas casas após 27 de abril, mas a permissão estaria "limitada e sujeita a condições para evitar o contágio", sem fornecer detalhes.

A Espanha começou a aliviar um estrito bloqueio imposto em 14 de março e nesta semana abriu alguns setores da economia, incluindo a manufatura. Mas a maioria das pessoas ainda está confinada em suas casas, exceto para saídas essenciais, incluindo compras de alimentos.

O país registrou 565 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, atingindo um total de 20.043 óbitos, de acordo com o Ministério da Saúde local. São 4.499 novos casos positivos, num total de 191.726, confirmaram as autoridades. Desde o início da pandemia, 74.662 pessoas foram consideradas curadas.

Globalmente, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins, o número de mortos pelo novo coronavírus (Covid-19) soma 154.694 e o de contaminações já é de 2,259 milhões. Outras 574.044 pessoas já se recuperaram da doença.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus:

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusEspanhaMortes

Mais de Mundo

Entenda como funcionam as eleições do Reino Unido

Eleições no Reino Unido: veja quem são os principais candidatos

"Estamos preparados para governar a França", diz candidato da extrema-direita e líder nas pesquisas

Com morte de Ebrahim Raisi, eleições no Irã acontecem nesta semana: por que elas são importantes?

Mais na Exame