Acompanhe:

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, afirmou nesta terça-feira, 20, que o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, falou a verdade ao comparar os ataques israelenses à Faixa de Gaza ao Holocausto. Petro, primeiro presidente de esquerda da história da Colômbia, disse ser solidário ao brasileiro. Lula tem sido alvo de críticas depois da declaração.

"Expresso minha solidariedade integral ao presidente Lula do Brasil. Em Gaza, há um genocídio e se assassinam covardemente milhares de crianças, mulheres e idosos civis. Lula só disse a verdade e a verdade se defende, ou a barbárie nos aniquilará", escreveu Petro em seu perfil no X, o antigo Twitter.

"Toda a região deve se unir para que cesse de imediato a violência na Palestina. A sentença da Corte Internacional de Justiça sobre Israel deve ser aplicada e ter consequências nas relações diplomáticas de todos os países do mundo", afirmou o líder colombiano.

Lula é crítico contumaz das ações de Israel na Faixa de Gaza depois da escalada do conflito contra o grupo Hamas. No domingo, 19, em entrevista a jornalistas na Etiópia, o chefe do Executivo brasileiro comparou a morte de palestinos com o extermínio de judeus feito pelo líder da Alemanha Nazista, Adolf Hitler. Durante o regime nazista, de 1933 e 1945, 6 milhões de judeus foram mortos.

"O que está acontecendo na Faixa de Gaza com o povo palestino não existiu em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu. Quando Hitler resolveu matar os judeus", afirmou Lula a jornalistas em Adis Abeba, na Etiópia, onde participou como convidado da cúpula anual da União Africana.

No mesmo dia, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o presidente brasileiro havia cruzado uma "linha vermelha". Nas horas e dias seguintes, a tensão diplomática entre os dois países foi aumentando.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Lula: ação do governo por terras não invalida a luta pela reforma agrária
Brasil

Lula: ação do governo por terras não invalida a luta pela reforma agrária

Há 7 horas

EUA nega que recebeu aviso de quando e como Irã atacaria Israel
Mundo

EUA nega que recebeu aviso de quando e como Irã atacaria Israel

Há 7 horas

Sunak: Conversarei com Netanyahu e pedirei 'moderação' quanto ao Irã
Mundo

Sunak: Conversarei com Netanyahu e pedirei 'moderação' quanto ao Irã

Há 8 horas

Governo prevê R$ 39,6 bilhões em emendas impositivas no ano que vem
Economia

Governo prevê R$ 39,6 bilhões em emendas impositivas no ano que vem

Há 9 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais