Número de mortes devido ao furacão Irma sobe para 61

As três novas baixas incluem uma garota de 7 anos, um homem que morreu depois de cair e bater a cabeça e outro homem que bateu o carro

Furacões: a menina morreu por envenenamento de monóxido de carbono (Stephen Yang/Reuters)
Furacões: a menina morreu por envenenamento de monóxido de carbono (Stephen Yang/Reuters)
EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 13 de setembro de 2017 às 22h01.

Miami - O número de mortes relacionadas com o furacão Irma subiu para 61 depois que autoridades americanas relataram mais três mortes na Flórida.

As três novas baixas incluem uma garota de 7 anos, que morreu por envenenamento de monóxido de carbono, um homem que morreu depois de cair e bater a cabeça e outro homem que bateu o carro depois de fugir de casa.

O escritório do xerife do condado de Polk disse, em um comunicado, que a menina morreu em uma casa de Lakeland que tinha um gerador de energia.

De acordo com o diretor de investigações dos condados de Pinellas e Pasco, Bill Pellan, Freddie Bryant, de 68 anos, caiu e bateu a caneca enquanto ele e sua esposa estavam colocando pacotes no carro antes de deixarem sua casa. Bryant morreu em um hospital em St. Petersburg.

Pellan também disse que Mart Daniels, de 69 anos, bateu o carro depois de fugir de sua casa em Port Richey na noite de domingo.

Fonte: Associated Press.

Mais de Mundo

Detroit vai de falida à liderança do boom imobiliário nos EUA

Novas regras entram em vigor para obtenção da cidadania portuguesa

Mais de 110 pessoas são sequestradas por supostos jihadistas no Mali

Julgamento de Donald Trump entra em fase decisiva

Mais na Exame