Novo slogan de presidente chilena é “cada dia pode ser pior”

Michelle Bachelet disse ter um novo slogan para lhe dar forças enquanto seu país enfrenta um desastre natural após o outro: “cada dia pode ser pior”


	A presidente chilena, Michelle Bachelet (C), em local do país após terremoto
 (Sebastian Rodriguez/Chilean Presidency/Handout via Reuters)

A presidente chilena, Michelle Bachelet (C), em local do país após terremoto (Sebastian Rodriguez/Chilean Presidency/Handout via Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de setembro de 2015 às 16h58.

Santiago - A presidente chilena, Michelle Bachelet, disse ter um novo slogan para lhe dar forças enquanto seu país enfrenta um desastre natural após o outro: “cada dia pode ser pior”.

Durante uma entrevista em um programa matinal de televisão nesta quarta-feira, Bachelet contou como está fazendo para conduzir o Chile na esteira do pior terremoto do mundo em 2015, além de duas grandes erupções vulcânicas, inundações, incêndios e tsunamis, desde que voltou à Presidência, em março de 2014.

“Praticamente inventei um slogan: ‘cada dia pode ser pior’”, afirmou ela no canal chileno Mega.

Na semana passada, um tremor de magnitude 8,3 e um tsunami atingiram a região de Coquimbo, matando 13 pessoas e deixando centenas desabrigadas. As regras rígidas para a construção de edifícios e a retirada rápida dos moradores ajudaram a manter o saldo de mortes relativamente baixo.

Bachelet, que governou o Chile pela primeira vez entre 2006 e 2010, viajou para a área assolada para se encontrar com as vítimas cujas casas foram destruídas. “Eu não tenho outra atitude (a não ser) enfrentar as coisas...Não ajuda ninguém eu ficar frustrada”, declarou ela na entrevista.

Nos últimos meses, os índices de aprovação da presidente de centro-esquerda despencaram em função da desaceleração econômica e do envolvimento da classe política e empresarial em escândalos financeiros, incluindo seu filho e sua nora.

Mais de Mundo

Ordem judicial retira da oposição venezuelana o controle de um de seus maiores partidos

Equador captura líder criminoso foragido que ameaçou procuradora-geral

Polônia indica que poderia abrigar armas nucleares de outros membros da Otan para conter Rússia

Após prisões em Columbia, protestos contra a guerra em Gaza se espalham por universidades dos EUA

Mais na Exame