'Não usei drogas', diz premiê da Finlândia após vazamento de vídeo de festa

Marin foi gravada dançando em um vídeo onde se fala em "gangue de farinha"
Sanna Marin, premiê da Finlândia (Sanna Marin/Exame)
Sanna Marin, premiê da Finlândia (Sanna Marin/Exame)
Carlo Cauti
Carlo Cauti

Publicado em 18/08/2022 às 13:48.

Última atualização em 18/08/2022 às 13:50.

A primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, se tornou alvo de polêmicas nesta quinta-feira, 18, após o vazamento de um vídeo de uma festa onde ela aparece dançando de forma descontrolada.

Marin participou de uma festa na casa de uma amiga, onde dançou músicas de artistas rap populares na Finlândia, como Petri Nygard e Antti Tuisku junto com um grupo de amigos, personalidades famosas no país europeu.

Segundo o tabloide Iltalehti , entre os convidados da festa vistos no vídeo é possível reconhecer: a cantora Alma, a influenciadora Janita Autio, a apresentadora de TV Tinni Wikstroem, a YouTuber Ilona Ylikorpi, a radialista Karoliina Tuominen, a estilista Vesa Silver e a parlamentar Ilmari Nurminen, do Partido Social Democrata, o mesmo de de Marin.

A premiê foi criticada por não manter um comportamento adequado ao cargo que ocupa.  Entretanto, ela rejeitou as críticas, dizendo estar triste que "espaços privados" "tornaram-se de conhecimento público".

Marin nega ter usado drogas na festa

Além disso, Marin negou ter usado drogas durante a festa.

O esclarecimento sobre os entorpecentes se tornou necessário pois no vídeo é possível ouvir claramente alguém falar em "gangue de farinha".  Marin disse ignorar o significado desse termo.

"Não faço ideia de por que alguém usou essa expressão e a que se refere ", declarou a primeira-ministra.

O líder do Partido dos Finlandeses, Riikka Purra, de oposição, pediu que Marin realize um teste de drogas. A premiê disse que não iria fazer o teste, alegando ter apenas bebido álcool e festejando “de maneira barulhenta”.

Marin já havia sido criticada por participar de um festival de rock. A oposição a acusa de passar mais tempo participando de festas do que governando.

No ano passado, Marin se desculpou por participar de uma festa até 4h da madrugada após uma reunião com o ministro das Relações Exteriores. Além disso, ela chegou a participar de outra festa depois de entrar em contato uma pessoa positiva para a Covid-19.

Sanna Marin famosa após o começo da guerra na Ucrânia

O nome de Sanna Marin tornou-se popular nos últimos meses pois acelerou o processo de entrada da Finlândia na OTAN, a aliança militar entre países europeus, os Estados Unidos e o Canadá.

A aceleração ocorreu após a invasão da Ucrânia por parte da Rússia, país com a qual a Finlândia divide mais de 1,5 mil km de fronteira.

A Finlândia já foi parte do Império Russo por mais de um século, e o governo de Helsinque decidiu entrar na Aliança Atlântica por medo da agressividade de Moscou.

No começo muitos analistas apontaram os hackers russos como possíveis responsáveis do vazamento dos vídeos, considerando as duras posições da política contra a Rússia. Mas logo se descobriu que quem postou as imagens nas redes sociais foi um amigo de Marin, que participou da festa.

Marin é a primeira-ministra mais jovem da Europa, tendo nascido em 1985. Ela lidera um governo de esquerda na Finlândia desde 2019.