Acompanhe:

Malásia oferece recompensa a quem encontrar restos de voo MH370

Países encerraram a busca pela aeronave na terça-feira, deixando um dos maiores mistérios da aviação mundial sem resposta

Modo escuro

Continua após a publicidade
Voo MH370: o Boeing 777 desapareceu em março de 2014 (Greg Wood/AFP)

Voo MH370: o Boeing 777 desapareceu em março de 2014 (Greg Wood/AFP)

R
Reuters

Publicado em 20 de janeiro de 2017 às, 13h48.

Kuala Lumpur - A Malásia disse nesta quinta-feira que pagará uma recompensa para qualquer companhia privada que encontrar a fuselagem do avião do voo desaparecido MH370, da Malaysia Airlines, alguns dias após uma infrutífera busca de três anos ter sido suspensa.

Austrália, Malásia e China encerraram a busca pela aeronave na terça-feira, deixando um dos maiores mistérios da aviação mundial sem resposta.

O Boeing 777 desapareceu em março de 2014, em rota para Pequim, vindo da capital malaia de Kuala Lumpur, com 239 pessoas a bordo.

O vice-ministro de Transportes da Malásia, Abdul Aziz Kaprawi, disse que o governo está aberto à ideia de que companhias particulares de credibilidade possam buscar pelos destroços, e afirmou que vai recompensar qualquer uma que encontrar a fuselagem do avião.

"Todos os custos devem ser deles. Nós apenas os recompensaremos se forem bem sucedidos", disse Aziz à Reuters.

Segundo ele, o tamanho da recompensa não foi decidido. Qualquer companhia com intenção de realizar buscas deve contatar o governo malaio para só depois uma recompensa ser decidida, disse o ministro.

A busca em uma área de 120 mil quilômetros quadrados no Oceano Índico custou cerca de 150 milhões de dólares, e os três países envolvidos na operação se mostraram relutantes em continuar procurando sem novas evidências sobre o local final da queda do avião.

O voo MH370 perdeu contato sobre o Golfo da Tailândia nas primeiras horas de 8 de março de 2014. Análises subsequentes de radar e contatos de satélite sugeriram que alguém a bordo havia deliberadamente desligado o transponder do avião antes de mudar a rota em milhares de quilômetros sobre o Índico.

Últimas Notícias

Ver mais
Ortega justifica destituição da nacionalidade nicaraguense de opositores
Mundo

Ortega justifica destituição da nacionalidade nicaraguense de opositores

Há 3 horas

Vice-diretora do FMI começa visita à Argentina em meio a forte tensão social
Mundo

Vice-diretora do FMI começa visita à Argentina em meio a forte tensão social

Há 3 horas

Biden anuncia novo perdão de dívidas estudantis nos EUA
Mundo

Biden anuncia novo perdão de dívidas estudantis nos EUA

Há 4 horas

Empresa aérea exige passagem de volta a brasileiros que viajarem à Argentina
Mundo

Empresa aérea exige passagem de volta a brasileiros que viajarem à Argentina

Há 5 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais