Acompanhe:

Lula: eleições não podem estragar momento da economia brasileira

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (9) que fará "qualquer coisa" para que a inflação não volte. Segundo o presidente, o Brasil nunca viveu um momento tão excepcional e que é preciso evitar que o processo eleitoral "estrague" o que está acontecendo no país. "Não permitam que o processo eleitoral […]

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

D
Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h36.

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (9) que fará "qualquer coisa" para que a inflação não volte. Segundo o presidente, o Brasil nunca viveu um momento tão excepcional e que é preciso evitar que o processo eleitoral "estrague" o que está acontecendo no país.

"Não permitam que o processo eleitoral estrague o que está acontecendo no Brasil. Da minha parte, vamos manter a estabilidade econômica, da minha parte, vou controlar a inflação, farei qualquer coisa para não deixar a inflação voltar, por que quando ela volta ela come é o bolso do pequeno, daquele que trabalha. O Brasil nunca viveu um momento tão excepcional como esse e agora que a gente construiu isso, vamos levar esse país com esse crescimento", disse ao discursar em uma solenidade em Natal (RN).

Lula voltou a fazer comentários sobre o crescimento de 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre deste ano (em comparação com o último trimestre de 2009): "É algo muito importante [o crescimento do PIB], mas a gente tem que tratar isso com muita humildade, não sair por ai batendo bumbo não, a gente tem que continuar trabalhando com seriedade. Se alguém pensa que por conta das eleições eu vou rasgar nota de cinco reais pode tirar o cavalo da chuva".

O presidente participou da inauguração da primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Rio Grande do Norte. A unidade tem 12 leitos e estrutura para atender até 450 pacientes por dia. A previsão é de que sejam construídas 11 UPAs no estado, com investimento total de R$ 19 milhões do governo federal. Lula e o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, entregaram as primeiras 24 das 77 ambulâncias destinadas ao Serviço Móvel de Urgência (Samu) no estado potiguar.

Últimas Notícias

Ver mais
Lula afirma que o Brasil voltará a vender 3,8 milhões de carros por ano
Economia

Lula afirma que o Brasil voltará a vender 3,8 milhões de carros por ano

Há 4 horas

Lula receberá pedido do presidente da Colômbia para vender derivados da maconha ao Brasil
Brasil

Lula receberá pedido do presidente da Colômbia para vender derivados da maconha ao Brasil

Há 6 horas

PIB do Reino Unido cresce 0,1% em fevereiro; para a Capital Economics, a recessão acabou
Economia

PIB do Reino Unido cresce 0,1% em fevereiro; para a Capital Economics, a recessão acabou

Há 6 horas

Com exportação para China, JBS investe R$ 150 milhões e duplica capacidade em frigorífico no MS
EXAME Agro

Com exportação para China, JBS investe R$ 150 milhões e duplica capacidade em frigorífico no MS

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais