Mundo

Itália proíbe entrada de turistas do Brasil e de mais 12 países

Na Itália, cerca de 35.000 pessoas morreram com a epidemia do novo coronavírus

Itália: país proibiu a entrada de viajantes de Brasil, Chile, Panamá, República Dominicana, Peru e outros países (Remo Casilli/Reuters)

Itália: país proibiu a entrada de viajantes de Brasil, Chile, Panamá, República Dominicana, Peru e outros países (Remo Casilli/Reuters)

A

AFP

Publicado em 9 de julho de 2020 às 20h44.

Nesta quinta-feira, a Itália proibiu a entrada de viajantes de Brasil, Chile, Panamá, República Dominicana, Peru e outros países, considerados de alto risco de contaminação por coronavírus.

Os viajantes que passaram ou transitaram nas últimas duas semanas pelo Brasil, Armênia, Bahrein, Bangladesh, Bósnia-Herzegovina, Chile, Kuwait, Macedônia do Norte, Moldávia, Omã, Panamá, Peru e República Dominicana não podem entrar na Itália sem mais pedidos.

Um decreto nesse sentido foi assinado pelo Ministério da Saúde, de acordo com os Ministérios das Relações Exteriores, Interior e Transportes.

Primeiro país afetado fora da China, na Itália, cerca de 35.000 pessoas morreram com a epidemia do novo coronavírus e 242.000 casos de contaminação foram registrados.

Em várias regiões do mundo, a pandemia, que causou mais de 550.000 mortes desde o final de dezembro, continua avançando.

O Brasil é agora o segundo país mais afetado, com quase 67.000 mortes, segundo cálculos da AFP, depois dos Estados Unidos (mais de 132.000 mortes).

Acompanhe tudo sobre:ImigraçãoItália

Mais de Mundo

Guerra nas estrelas? EUA ampliam investimentos para conter ameaças em órbita

Reguladores e setor bancário dos EUA devem focar em riscos essenciais, diz diretora do Fed

Bandeira invertida coloca Suprema Corte dos EUA em apuros

Primeiro-ministro eslovaco passa por nova cirurgia e segue em estado grave

Mais na Exame