Acompanhe:

O Catar, que tem feito a mediação entre Israel e o Hamas, acaba de anunciar que o cessar-fogo temporário em Gaza terá início na manhã de sexta-feira às 7h (2h em Brasília). Já o primeiro grupo de reféns será libertado às 16h (11h em Brasília). A informação foi dada pelo Ministério das Relações Exteriores do país em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Treze reféns tomados pelo Hamas no ataque de 7 de outubro, que também deixou 1,2 mil mortos em território israelense, serão libertados na sexta-feira, disse Majid al-Ansari, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Catar. Ainda segundo ele, o objetivo de Doha é que esse acordo leve a uma trégua duradoura.

A lista de sexta-feira inclui apenas mulheres e crianças, que serão entregues à Cruz Vermelha, explicou al-Ansari, acrescentando que a ideia é fazer com que a transferência seja a mais segura possível para todas as partes.

— Temos que lembrar que esta é uma zona de guerra — afirmou.

O acordo prevê a libertação total de 50 dos cerca de 240 reféns, ao longo de um cessar-fogo de quatro dias, em troca da libertação de 150 palestinos presos em Israel. Ainda não há previsão de listas e horários de libertação para os dias seguintes.

— [As listas] são um processo diário — disse al-Ansari. — Sempre que tivermos as duas listas confirmadas [de reféns e prisioneiros], poderemos iniciar o processo de retirada das pessoas. Mas há um acordo com relação aos intervalos de tempo. Nossas equipes têm trabalhado dia e noite.

Mais cedo, o jornal israelense Haaretz informou, citando uma fonte política em anônimo, que o atraso na libertação de reféns deveu-se ao fato de o Hamas não ter fornecido a lista de cidadãos israelenses a serem libertados. Além disso, outro motivo seria o Hamas não ter ratificado o acordo de cessar-fogo com o Catar, que tem o objetivo de garantir a conformidade de todas as partes com os termos.

Antes, a mídia israelense havia reportado que a libertação começaria já na quinta, quando se iniciaria a trégua. Em entrevista à rádio do Exército israelense, o ministro das Relações Exteriores, Eli Cohen, disse esperar que os primeiros reféns fossem libertados ainda na quinta-feira, mas se negou a confirmar a informação de que o processo começaria no horário indicado pelo Hamas, às 10h (5h em Brasília).

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
"Avanços significativos' nas negociações para trégua em Gaza, afirma imprensa egípcia
Mundo

"Avanços significativos' nas negociações para trégua em Gaza, afirma imprensa egípcia

Há 6 horas

Possível cessar-fogo em Gaza, inflação turca e Bitcoin a US$ 65 mil: 3 assuntos que movem o mercado
seloMercados

Possível cessar-fogo em Gaza, inflação turca e Bitcoin a US$ 65 mil: 3 assuntos que movem o mercado

Há 6 horas

Kamala Harris cobra Hamas por cessar-fogo em Gaza
Mundo

Kamala Harris cobra Hamas por cessar-fogo em Gaza

Há 8 horas

Israel veta ida de delegação ao Cairo para negociar cessar-fogo em Gaza
Mundo

Israel veta ida de delegação ao Cairo para negociar cessar-fogo em Gaza

Há 19 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais