Mundo

Hospital em 10 dias e outras vezes que a engenharia chinesa chocou o mundo

A China ergueu um hospital em apenas dez dias, mas essa não foi a primeira vez que a engenharia chinesa impressionou o mundo com seu gigantismo e rapidez

Ponte Zhangjiajie: feita em vidro, ponte fez sucesso entre os turistas e é um exemplo do gigantismo dos empreendimentos de engenharia da China (HighestBridges/Creative Commons)

Ponte Zhangjiajie: feita em vidro, ponte fez sucesso entre os turistas e é um exemplo do gigantismo dos empreendimentos de engenharia da China (HighestBridges/Creative Commons)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de fevereiro de 2020 às 12h14.

Última atualização em 11 de fevereiro de 2020 às 14h19.

São Paulo — O mês de janeiro já estava terminando quando a China anunciou que construiria um hospital para tratar os infectados pelo novo coronavírus.

Com o número de doentes e de mortes aumentando a cada dia, ficava a questão: será que daria tempo do hospital ser efetivo? Em outros lugares do mundo, uma obra desse tipo poderia levar meses — ou até mesmo anos. Já a China propôs uma meta ousada: inaugurar o hospital Huoshenshan em 3 de fevereiro para começar a receber os paciente infectados com o vírus chinês

O esforço parece ter dado certo e o prédio ficou pronto em 10 dias. Mas essa não foi a primeira vez que a engenharia chinesa chamou a atenção do resto do mundo.

Relembre abaixo sete obras gigantescas realizadas no país asiático e que deixaram o mundo boquiaberto

A gigantesca ponte de vidro

Ponte de vidro de Zhangjiajie

Ponte de vidro de Zhangjiajie: fica em um parque nacional e tem 430 metros de comprimento (HighestBridges/Creative Commons)

A ponte Zhangjiajie (localizada a cerca de 1 000 quilômetros de distância de Xangai ) tem 300 metros de altura dá aos visitantes a sensação de estar no meio de um penhasco. A construção, inaugurada em 2016 é toda de vidro, permitindo que se observe cada canto da natureza do parque nacional em que está localizada.

Com seis metros de largura e 430 metros de comprimento, ela foi considerada a maior do mundo quando foi inaugurada.

Só que o empreendimento não estava pronto para o sucesso que teve. Duas semanas depois de abrir, a ponte de vidro precisou ser fechada em razão do excesso de peso, mostrando que as autoridade locais não estavam preparadas para o número elevado de visitantes. O jeito foi fechar a ponte temporariamente.

A ponte mais alta do mundo, segundo o Guinness Book

Ponte Duge

Ponte Duge: sua altura equivale a um prédio de 200 andares (ShakyIsles/Wikimedia Commons)

Maior que a Torre Eiffel, que tem 300 metros, a China inaugurou a ponte de Duge em 2016, também conhecida como Beipanjiang. Está a 565 metros acima do rio Nizhu, o equivalente a um prédio de 200 andares. Em 2018, foi reconhecida pelo Guinness Book como a ponte mais alta do mundo

A ponte liga as províncias de Yunnan e Guizhou — uma viagem de quase quatro horas, que foi encurtada para uma quando ela foi construída — e tem uma extensão de 1.341 metros. 

Para construí-la, o que foi feito em um período de três anos, foram deslocados mais de mil engenheiros e técnicos e foi investido um valor total de 1 bilhão de yuan (mais de 446 milhões de reais). A Duge também ganhou a Medalha Gustav Lindenthal, conhecida como o Prêmio Nobel dos projetos deste tipo.

A maior hidrelétrica do mundo em capacidade

3 gargantas

Hidrelétrica de 3 Gargantas: 2.335 metros de comprimento e quase 200 metros de altura (VCG / Freelancer/Getty Images)

A cerca de 5 horas de carro Wuhan, o epicentro do coronavírus, a hidrelétrica de Três Gargantas chama a atenção do mundo como uma das grandes obras da engenharia.

Com 2.335 metros de comprimento e quase 200 metros de altura, ela represa o rio Yangtze para gerar energia para o país, além de controlar o volume de água da região para evitar alagamentos.

A hidrelétrica é a maior do mundo em capacidade de energia instalada, com 22.400 MW. A segunda maior é a Itaipu Binacional, entre o Brasil e o Paraguai, que tem capacidade instalada de 14.000 MW. Na prática, no entanto, as duas estão próximas em produção de energia.

Um elevador gigante para navios

3 gargantas china

Hidrelétrica de Três Gargantas, com elevador em primeiro plano: elevador tem uma piscina de 120 metros de comprimento para abrigar os navios (Andrew Wong/Getty Images)

Outra mega obra chinesa é o elevador de navios que está localizado na represa formada pela hidrelétrica Três Gargantas. É a única forma possível para as embarcações navegarem na região, já que há uma diferença de altura dos níveis do rio Yangtzé de cerca de 180 metros.

De acordo com o China Daily, para erguer os navios há uma piscina de 120 metros de comprimento, com 18 metros de largura e 3,5 metros de profundidade. A estrutura pesa 15,5 toneladas.

Um prédio de 57 andares em apenas 19 dias

Com módulos pré-moldados, o Mini Sky City teve seus 57 andares erguidos em apenas 19 dias, o equivalente a três andares por dia. Esse prédio fica em Hunan, capital da província de Changsha, a cerca de 1.200 quilômetros de Xangai.

Um hospital em 10 dias

Hospital Huoshenshan em Wuhan

Hospital Huoshenshan: em média, 100 leitos foram criados por dia (Getty Images/Getty Images)

Erguer do zero, em pouco mais de uma semana, um hospital na cidade de Wuhan era o desafio que as autoridades chinesas colocaram no fim de janeiro.

O que se viu a partir daí foi um imenso balé de escavadeiras para preparar o terreno, movimentos que puderam ser acompanhados em tempo real pela transmissão feita por uma TV estatal chinesa.

Segundo a rede BBC, 40 milhões de pessoas assistiram à obra e se engajaram na construção, dando até apelidos para as suas máquinas favoritas. A betoneira, por exemplo, foi chamada de "Rei do Cimento" e "Grande Coelho Branco".

O segredo da China para levantar um hospital em tão pouco tempo é que, além da imensa mão de obra disponível, foram usadas peças pré-fabricadas em quase toda a obra. E o próprio projeto também ficou pronto rapidamente, afinal era uma adaptação de um local construído em 2003, em meio à epidemia de Sars.  

Assim, em 10 dias, o hospital Huoshenshan foi inaugurado em Wuhan. O empreendimento tem 25 mil metros quadrados e capacidade para mil leitos. 

Ponte marítima de 55 quilômetros de extensão

Ponte marítima mais extensa

Ponte de Macau: é considerada uma das maiores construções do governo do presidente chinês Xi Jinping. maiores construções do governo de Xi Jinping (Billy H.C. Kwok / Correspondente/Getty Images)

De 2009 a 2018, a China trabalhou duro para construir a maior ponte marítima do mundo, com 55 quilômetros de extensão e um custo de cerca de 20 bilhões de dólares, segundo a revista Fortune

A construção liga Hong Kong e Macau a Zhuhai, consumiu cerca de 420 mil toneladas de aço — o equivalente a 60 torres Eiffel — e foi projetada para aguentar ventos de até 340 km/h e terremotos de até 8 na escala Richter.

Com ela, o tempo de viagem de carro de Hong Kong para Zhuhai caiu de 3 horas para meia hora. Durante a construção, segundo a BBC, 9 pessoas morreram e outras centenas sofreram acidentes de trabalho.

 

Acompanhe tudo sobre:ChinaCoronavírusEngenharia

Mais de Mundo

Tribunal impõe penas de prisão à família mais rica do Reino Unido por exploração de funcionários

Dez prefeitos da oposição na Venezuela são inabilitados por 15 anos após apoio a Edmundo González

Nova York aprova leis para limitar uso de redes sociais por jovens

Como a renda básica a moradores de rua fez essa cidade nos EUA poupar US$ 589 mil

Mais na Exame