Mundo

Greenpeace protesta no Rio contra empresa de petróleo

Cerca de 30 ativistas do Greenpeace promoveram um protesto contra a Perenco, empresa franco-britânica de exploração de petróleo e gás

O Greenpeace simulou um combate entre executivos e baleias para se manifestar no Rio (Oscar Cabral/Veja)

O Greenpeace simulou um combate entre executivos e baleias para se manifestar no Rio (Oscar Cabral/Veja)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de agosto de 2011 às 14h12.

Rio de Janeiro - Simulando um combate entre executivos e baleias, 30 ativistas do Greenpeace promoveram hoje de manhã, no Rio de Janeiro, um protesto contra a Perenco, empresa franco-britânica de exploração de petróleo e gás. Segundo o Greenpeace, a empresa é dona de duas áreas que estão sendo preparadas para exploração de petróleo e gás em Abrolhos, área de preservação marinha na Bahia usada por baleias para se reproduzir.

Em 26 de julho, o Greenpeace pediu à Perenco que adie por 20 anos a exploração mineral em uma parte dessa área para proteger as baleias, mas a petrolífera não teria dado uma resposta até o momento. Por isso, os ativistas foram ao prédio onde a Perenco funciona, em uma torre comercial ao lado do shopping Rio Sul, em Botafogo, zona sul da cidade, e fizeram a encenação no saguão.

Os `executivos' borrifaram 'petróleo' (na verdade água com tinta preta) nas 'baleias', que 'morreram'. A encenação chamou a atenção de centenas de pessoas que transitavam pela área. Os ativistas queriam ser recebidos por funcionários da Perenco, mas não conseguiram. Acabaram indo embora depois de meia hora.

Acompanhe tudo sobre:cidades-brasileirasGreenpeaceIndústriaIndústria do petróleoIndústrias em geralMetrópoles globaisPerencoPolítica no BrasilProtestosRio de Janeiro

Mais de Mundo

Julian Assange, fundador do WikiLeaks, vai se declarar culpado; entenda

Suprema Corte dos EUA vai avaliar lei que proíbe tratamento hormonal para menores transexuais

Rússia ameaça EUA com 'consequências' após ataque ucraniano na Crimeia

Ex-baixista do Nirvana anuncia candidatura à presidência dos Estados Unidos

Mais na Exame