Finlândia interrompe a única conexão de trem entre a Rússia e a UE

O último trem "Allegro" procedente da Rússia chegará no domingo à capital finlandesa, disse a operadora nacional VR
O trem expresso Allegro, duas vezes ao dia, de São Petersburgo a Helsinque, está lotado de russos e finlandeses ansiosos para sair (AFP/AFP)
O trem expresso Allegro, duas vezes ao dia, de São Petersburgo a Helsinque, está lotado de russos e finlandeses ansiosos para sair (AFP/AFP)
Por AFPPublicado em 25/03/2022 15:32 | Última atualização em 25/03/2022 15:32Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A empresa ferroviária finlandesa anunciou, nesta sexta-feira (25), a interrupção do tráfego na linha que liga São Petersburgo e Helsinque, onde circulam os últimos trens que permitem que russos cheguem à União Europeia.

O último trem "Allegro" procedente da Rússia chegará no domingo à capital finlandesa, disse a operadora nacional VR.

Apesar das sanções europeias contra Moscou após a invasão da Ucrânia e do fechamento da maioria das conexões aéreas e terrestres, o trajeto foi mantido para permitir que cidadãos finlandeses ou russos - únicas nacionalidades autorizadas a embarcar - saíssem da Rússia.

"Continuamos com o serviço Allegro de acordo com as recomendações oficiais para garantir o retorno dos finlandeses à Finlândia", destacou em nota Topi Simola, vice-presidente da VR.

O governo finlandês considera que já concedeu tempo suficiente e que "continuar operando o serviço não é adequado", levando em consideração as sanções contra a Rússia.

Segundo a VR, os trens, que durante muito tempo estiveram lotados nas primeiras semanas após a invasão da Ucrânia, com 700 passageiros por dia, apresentam taxas de ocupação mais normais nos últimos dias, da ordem de 60%.

Já instalados em outros lugares da Europa ou saindo da Rússia, milhares de russos - não há estatísticas oficiais - abandonaram seu país depois da invasão, principalmente com destino à Turquia.

A Finlândia também tem sido uma rota frequente, mas apenas os russos que já tinham um visto europeu Schengen e uma vacina contra a covid-19 reconhecida pela União Europeia puderam pegar o trem "Allegro".

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.