Acompanhe:

Estes são os países mais felizes do mundo em 2019

Ranking produzido pelo estudo World Happiness Report foi divulgado nesta quarta-feira, 20. Veja aqui os resultados

Modo escuro

Continua após a publicidade
Helsinki, capital da Finlândia: país é eleito o mais feliz do mundo pelo estudo World Happiness Report 2019 (Tuomas Lehtinen/Getty Images)

Helsinki, capital da Finlândia: país é eleito o mais feliz do mundo pelo estudo World Happiness Report 2019 (Tuomas Lehtinen/Getty Images)

G
Gabriela Ruic

Publicado em 20 de março de 2019 às, 10h20.

Última atualização em 20 de março de 2019 às, 10h35.

São Paulo –A Finlândia é o país mais feliz do mundo em 2019. O título foi concedido pelo World Happiness Report 2019, pesquisa produzida por especialistas de diferentes instituições, com apoio dos dados da consultoria Gallup e da Organização das Nações Unidas (ONU), e que monitora o estado da felicidade no mundo.

A mais nova edição do estudo, divulgada nesta quarta-feira, compilou dados de 156 países entre os anos de 2016 e 2018. Para chegar aos países mais felizes, uma série de indicadores são avaliados, como a expectativa de vida (considerando os anos em que uma pessoa se mantém saudável), o apoio social que as pessoas têm do governo, confiança nas instituições públicas, a percepção de liberdade e a generosidade.

Assim como em anos anteriores, o topo do ranking dos países mais felizes do mundo é ocupado majoritariamente por países ricos, como Dinamarca, Noruega, Nova Zelândia e Canadá. Veja:

  • 1º Finlândia
    Nota geral: 7,769
  • 2º Dinamarca
    Nota geral: 7,600
  • 3º Noruega
    Nota geral: 7,554
  • 4º Islândia
    Nota geral: 7,494
  • 5º Holanda
    Nota geral: 7,488
  • 6º Suíça
    Nota geral: 7,480
  • 7º Suécia
    Nota geral: 7,343
  • 8º Nova Zelândia
    Nota geral: 7,307
  • 9º Canadá
    Nota geral: 7,278
  • 10º Áustria
    Nota geral: 7,246

Os países mais felizes da América Latina

Entre os países da América Latina, a Costa Rica é o país que obteve a melhor pontuação no nível de felicidade da sua população e está situado no 12º lugar. O México aparece um pouco mais embaixo, em 23º, e o Chile mais adiante, 26º. O Brasil aparece em 32º e está melhor posicionado que o Uruguai (33º) e a Colômbia (43º). Abaixo, os países mais felizes da região, listados de acordo com suas colocações no World Happiness Report.

  • 1º Costa Rica
    Colocação geral: 12º
    Nota geral: 7,167
  • 2º México
    Colocação geral: 23º
    Nota geral: 6,595
  • 3º Chile
    Colocação geral: 26º
    Nota geral: 6,444
  • 4º Guatemala
    Colocação geral: 27º
    Nota geral: 6,436
  • 5º Panamá
    Colocação geral: 31º
    Nota geral: 6,321
  • 6º Brasil
    Colocação geral: 33º
    Nota geral: 6,300
  • 7º Uruguai
    Colocação geral: 33º
    Nota geral: 6,293
  • 8º El Salvador
    Colocação geral: 35º
    Nota geral: 6,253
  • 9º Trindade e Tobago
    Colocação geral: 39º
    Nota geral: 6,192
  • 10º Colômbia
    Colocação geral: 43º
    Nota geral: 6,125

Os brasileiros estão mais infelizes

Apesar de o Brasil aparecer na 32ª colocação no ranking do estudo, a verdade é que o nível de felicidade por aqui está caindo ano a ano. A avaliação é do economista Marcelo Neri, diretor da FGV Social, laboratório da FGV que estuda desenvolvimento social e que tem acesso aos dados da Gallup usados como base para o relatório. Por telefone, ele comentou a EXAME o desempenho do país.

“Em 2013, o brasileiro avaliava a sua satisfação na vida com nota de 7,1 (escala de 0 a 10). A partir de 2015, começamos a observar uma queda grande nessa pontuação e hoje estamos no menor nível da série histórica”, notou o especialista. A má notícia ? "Não há sinais de que voltaremos aos níveis anteriores”, lamentou o especialista.

Últimas Notícias

Ver mais
Transição energética e guerra viram pedra no sapato das siderúrgicas da Europa
ESG

Transição energética e guerra viram pedra no sapato das siderúrgicas da Europa

Há 11 horas

No G20, ministro de Finanças da Alemanha mostra otimismo sobre menção a guerras em comunicado
Mundo

No G20, ministro de Finanças da Alemanha mostra otimismo sobre menção a guerras em comunicado

Há 12 horas

Europa precisa se preparar para os riscos de enfrentar uma guerra, diz Von der Leyen
Mundo

Europa precisa se preparar para os riscos de enfrentar uma guerra, diz Von der Leyen

Há um dia

Ao custo global de R$ 3,1 tri, manejo de resíduos pode virar negócio, como o biometano brasileiro
ESG

Ao custo global de R$ 3,1 tri, manejo de resíduos pode virar negócio, como o biometano brasileiro

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais