Mundo

As 10 cidades mais caras do mundo para viver

O Economist Intelligence Unit analisou 140 cidades para descobrir onde o custo de vida é maior

Tóquio tem influência consolidada na Ásia (Wikimedia Commons)

Tóquio tem influência consolidada na Ásia (Wikimedia Commons)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de setembro de 2011 às 17h49.

São Paulo - O levantamento feito pelo Economist Intelligence Unit pesquisou 140 cidades em 93 países do mundo para descobrir onde é mais caro e onde é mais barato viver.

Para chegar à lista, os pesquisadores avaliam os preços de 160 itens, desde comida e roupas até contas de água e luz e transporte. Mais de 50 mil preços são levantados e comparados para concluir onde os custos de vida são maiores. A pesquisa é atualizada duas vezes por ano.

Nesta edição, Tóquio se manteve em primeiro lugar como a cidade campeã em preços altos. Em seguida, o estudo destaca algumas cidades com um "sabor europeu", como Paris e Genebra, famosas por serem caras para os visitantes.

O crescimento acelerado dos custos na Austrália surpreende. Há dois anos, Sidney e Melbourne estavam em 32º e 38º lugares, respectivamente. Desta vez, as duas figuram no top 10.

Na outra ponta, a cidade mais barata do mundo para viver é Dhaka, em Bangladesh. Na mesma lista, estão Manila, na Filipinas, e a capital do Panamá.

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaAustráliaCidadesCusto de vidaEmpresasEstados Unidos (EUA)EuropaFrançaJapãoListasMetrópoles globaisPaíses ricosParis (França)RankingsThe EconomistTóquio

Mais de Mundo

Exército israelense anuncia pausa diária nas operações em uma região de Gaza

Cúpula pela paz na Suíça reafirma integridade da Ucrânia, mas pede negociações com a Rússia

Brasil é 3º país mais inseguro da América do Sul, diz Global Peace Index

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Mais na Exame