Mercado imobiliário

Vendas de imóveis em julho crescem 10,8% na cidade de SP, diz Secovi

A cidade de São Paulo teve em julho o lançamento de 4.500 unidades residenciais, volume 35,1% abaixo do apurado em julho do ano passado

A pesquisa mostrou a comercialização de 5.955 unidades residenciais novas na capital paulista em julho, resultado 10,8% acima do mesmo mês de 2021 (Gamaro/Divulgação)

A pesquisa mostrou a comercialização de 5.955 unidades residenciais novas na capital paulista em julho, resultado 10,8% acima do mesmo mês de 2021 (Gamaro/Divulgação)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 2 de setembro de 2022 às 14h45.

O mercado imobiliário residencial na cidade de São Paulo teve expansão das vendas no mês de julho, enquanto os lançamentos encolheram, de acordo com pesquisa do Sindicato da Habitação (Secovi-SP) divulgada nesta sexta-feira, 2.

A pesquisa mostrou a comercialização de 5.955 unidades residenciais novas na capital paulista em julho, resultado 10,8% acima do mesmo mês de 2021.

Em valores, as moradias vendidas em julho movimentaram R$ 2,77 bilhões, resultado 1,6% maior na mesma base de comparação anual. A velocidade de vendas (porcentual de unidades vendidas em relação aos lançamentos e estoques) caiu para 8,5% em julho ante 10,2% um ano antes.

No acumulado de 12 meses (agosto de 2021 a julho de 2022), foram vendidas 69.647 unidades, aumento de 6,4% em relação ao período anterior (agosto de 2020 a julho de 2021).

Em valores foram R$ 35,2 bilhões vendidos nos últimos 12 meses, queda de 3,4%. A velocidade de vendas em 12 meses caiu para 53% ante 59% no período anterior.

Lançamentos

A cidade de São Paulo teve em julho o lançamento de 4.500 unidades residenciais, volume 35,1% abaixo do apurado em julho do ano passado.

No acumulado de 12 meses os lançamentos na capital paulista somaram 84.247 unidades, ficando 3,0% acima do período anterior.

Estoque

A capital paulista encerrou o mês de julho com um estoque de 64.181 unidades disponíveis para venda, considerando imóveis na planta, em obras e recém-construídos. A quantidade de imóveis ofertados ficou 36,4% acima do verificado em julho de 2021.

Veja também:

Casa Verde e Amarela: Prazo de financiamento de até 35 anos começa valer nesta quinta-feira

Preços de venda de imóveis residenciais aumentam 0,60% em agosto no país; veja médias das capitais

Acompanhe tudo sobre:financiamento-de-imoveisMercado imobiliário

Mais de Mercado imobiliário

Qual a diferença entre escritura e matrícula do imóvel?

O que é hipoteca de imóvel? Entenda como funciona

Posso colocar minha moto junto com meu carro na mesma vaga da garagem?

Fim do home office? Aluguel comercial tem maior alta mensal em nove anos

Mais na Exame