QuintoAndar faz nova aquisição e avança em condomínios

Plataforma líder em aluguel, compra e venda de imóveis compra Noknox, startup de aplicativos para a gestão e a comunicação de condomínios com moradores
Gabriel Braga (à esq.) e André Penha, cofundadores do QuintoAndar (QuintoAndar/Divulgação)
Gabriel Braga (à esq.) e André Penha, cofundadores do QuintoAndar (QuintoAndar/Divulgação)
Por Marcelo SakatePublicado em 03/03/2022 14:00 | Última atualização em 03/03/2022 14:07Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O QuintoAndar, maior plataforma digital de aluguel, compra e venda de imóveis do país, acaba de fazer um novo movimento para estender ainda mais a sua área de atuação para temas relacionados à moradia: anuncia ao mercado a compra da startup Noknox, de aplicativo para a gestão e a comunicação de condomínios, conectando moradores, zeladores, porteiros e prestadores de serviços.

"Nós 'namoramos' essa área de condomínios faz algum tempo. A primeira empresa que trouxemos para dentro de casa foi o SíndicoNet. Nos tornamos uma referência em transações imobiliárias e queremos participar cada vez mais do 'morar' das pessoas", disse André Penha, CTO (executivo-chefe deTecnologia) e cofundador do QuintoAndar, à EXAME Invest.

"Mesmo que a pessoa não tenha comprado ou alugado conosco, queremos melhorar a sua experiência de usuário na moradia."

Gostaria de aprender a investir em fundos imobiliários? Acesse aqui o curso gratuito da EXAME Academy em parceria com a B3

O SíndicoNet, maior plataforma de conteúdo, capacitação e serviços para condomínios do Brasil, foi adquirido pelo QuintoAndar há pouco mais de um ano, em novembro de 2020. Continua a operar de forma independente, mas terá sinergias com a Noknox, segundo Penha.

A primeira delas será a integração do marketplace de serviços condominiais, o CoteiBem, com a plataforma da Noknox. O marketplace reúne prestadores de serviços como encanadores, faxineiros e marceneiros, entre dezenas de outras atividade para a casa.

A Noknox trabalha com três planos de serviços, dos quais o primeiro é gratuito. Na largada, síndicos cadastrados no SíndicoNet terão acesso por 18 meses ao plano mais avançado da startup adquirida, como forma de disseminar o conhecimento do produto.

Segundo Penha, o objetivo é acelerar a digitalização de condomínios de todos os perfis, facilitando a rotina das pessoas em suas casas.

"Na média, condomínios ainda estão na década de 1990. O morador vai retirar uma encomenda e o porteiro vai dar a baixa no caderninho com anotação a caneta. Se você quer falar com a portaria, vai usar aquele interfone na parede que é ligado literalmente por fio. Entendemos que há muito o que evoluir", disse o CTO do QuintoAndar, apontando dois exemplos de práticas que ficaram paradas no tempo.

Ele aponta como serviços que mais devem se beneficiar das soluções da Noknox a comunicação de moradores com a portaria, a gestão do recebimento de encomendas e a reserva de espaços comuns, como salão de festa e da sala de musculação.

Penha fez questão de esclarecer que não é objetivo do QuintoAndar assumir as funções de administração de condomínios nem de tarefas como a segurança dos mesmos. Mas, sim, de fornecer as soluções digitais necessárias para que as empresas que atuam nessas atividades possam fazê-las de maneira mais eficiente, beneficiando os moradores.

"O conceito de ‘casa inteligente’ [smart home] ganhou força recentemente, e a mesma tecnologia que se instalou na casa dos brasileiros também deve estar presente na área comum do condomínio", disse Joaquim Venancio, CEO da Noknox.

"A união com o QuintoAndar nos permitirá levar uma experiência em patamar muito mais elevado de conforto em grande escala para as moradias brasileiras", afirmou o empreendedor. A startup continuará a operar de forma independente.

A nova aquisição vai ao encontro de um novo posicionamento institucional adotado pelo QuintoAndar no começo deste ano.

A proptech -- como são conhecidas as startups dedicadas ao setor imobiliário -- foi pioneira no mercado doméstico com sua proposta de digitalização e redução da burocracia na locação, na primeira metade da última década. Com a nova marca e o novo posicionamento, busca refletir o propósito de valorização do conceito de moradia, atrelado ao bem-estar e à história das pessoas.