Minhas Finanças

VW Up! entra para o grupo de carros mais seguros do Brasil

Modelo que começa a ser vendido no Brasil neste ano junta-se ao VW Jetta, ao Ford Focus e ao Ford Ecosport


	VW Up!: boa proteção para os adultos e sistema seguro para as cadeirinhas infantis
 (ULI SONNTAG)

VW Up!: boa proteção para os adultos e sistema seguro para as cadeirinhas infantis (ULI SONNTAG)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de janeiro de 2014 às 09h14.

São Paulo - O Volkswagen Up! fabricado no Brasil, que começará a ser vendido por aqui ainda neste ano, recebeu qualificação cinco estrelas no crash test (teste de colisão) realizado pela entidade internacional Latin NCAP, entrando para o grupo dos carros mais seguros do Brasil.

A proteção para os passageiros adultos recebeu a nota máxima de cinco estrelas, e a dos passageiros crianças recebeu quatro estrelas. Segundo a Latin NCAP, trata-se da melhor combinação de resultados já concedidos pela entidade.

Os demais modelos vendidos no Brasil que já receberam cinco estrelas foram o Ford Ecosport, o Ford Focus terceira geração e o Volkswagen Jetta, sendo que estes dois últimos também obtiveram a combinação de cinco estrelas para os adultos e quatro estrelas para as crianças.

Veja no vídeo abaixo o crash test do VW Up!:

//www.youtube.com/embed/Eg-eFDNDvQ0

A Latin NCAP é um programa independente de avaliação de carros novos vendidos na América Latina e Caribe. A entidade faz o teste de colisão frontal para as versões mais básicas dos modelos, mas as montadoras também podem patrocinar testes de versões superiores e o teste de colisão lateral.

Para conseguir cinco estrelas é obrigatório ser aprovado no crash test lateral. No caso do Up!, foi a própria Volkswagen que patrocinou todos os testes. Nesse caso, um auditor da Latin NCAP escolhe o carro de sua preferência diretamente na fábrica.

O modelo testado é fabricado no Brasil, tem dois airbags e foi aprovado no teste lateral. A estrutura do habitáculo (espaço onde ficam os ocupantes) foi considerada estável.


A proteção aos ocupantes da frente (adultos) recebeu cinco estrelas e foi considerada de adequada a boa para todas as partes do corpo. Já a proteção dos ocupantes crianças - uma de três anos e outra de um ano e meio, ambas em cadeirinhas - recebeu quatro estrelas.

Embora a proteção para a cabeça das crianças tenha sido considerada "vulnerável" e a proteção para o peito tenha sido considerada "fraca", a existência de estrutura para o sistema de engate Isofix, considerado o mais seguro sistema de engate de cadeirinhas infantis, contribuiu para a boa nota.

O VW Up! é o primeiro carro compacto a entrar para o clube dos mais seguros do Brasil.

Os resultados dos testes do Up! foram divulgados nesta segunda-feira, na segunda parte da quarta etapa de testes feitos pela Latin NCAP na América Latina.

Também foram divulgados os resultados do crash test do Renault Clio, que foi refeito a pedido da montadora. No primeiro teste, o modelo havia tirado nota zero, mas agora conseguiu três estrelas.

Metodologia – Nos crash tests da Latin NCAP, os veículos chocam 40% da dianteira contra um objeto deformável, que representa outro veículo, a 64 km/h, segundo os padrões da Euro NCAP.

Os bonecos (dummies) representam dois adultos no banco da frente e duas crianças no banco de trás, nas cadeirinhas recomendadas pelo fabricante, sendo uma de 18 meses e a outra de três anos.

Para receber cinco estrelas para os adultos, o carro precisa ser aprovado no teste de impacto lateral. Baseado na regulação 95 da Organização das Nações Unidas (ONU), o carro recebe um impacto lateral por meio de uma barreira deformável montada em um carro padronizado de 850 kg que se desloca a 50km/h. O motorista é o único passageiro do veículo.

Além disso, o veículo precisa oferecer freios ABS e lembretes para cintos de segurança nos bancos da frente nos modelos padrão.

Ganham pontos para a proteção infantil os modelos que oferecem o sistema de engate Isofix para cadeirinhas, que é mais seguro do que o sistema de engate com cinto.

No Brasil, o Isofix ainda não é certificado pelo Inmetro, mas esta situação deve mudar em 2014. Em função da ausência de certificação, são raros os carros que oferecem o Isofix por aqui, e não há cadeirinhas disponíveis com esse sistema.

Por isso, a maioria dos carros vendidos no Brasil obtiveram maus resultados para a proteção das crianças em seus crash tests, desde a primeira fase do Latin NCAP. Embora as cadeirinhas vendidas aqui atendam os requisitos nacionais, nos testes internacionais elas ainda deixam a desejar.

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosCrash testEmpresasEmpresas alemãsMontadorasVeículosVolkswagenVW Up!

Mais de Minhas Finanças

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 30 milhões na poupança

Receita alerta sobre novo golpe que envolve doações; veja como se proteger

RS: governo dispensa documento para saque calamidade do FGTS

Sem ganhador, Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 30 milhões

Mais na Exame