Acompanhe:

Saiba como antecipar a restituição do IR em meio ao caos do coronavírus

As taxas podem ser atrativas para quem está precisando de dinheiro em meio à pandemia da covid-19

Modo escuro

Continua após a publicidade
Receita Federal: saldo da restituição pode ser consultado antes do envio dos dados à Receita Federal (Gustavo Mellossa/iStock/Getty Images)

Receita Federal: saldo da restituição pode ser consultado antes do envio dos dados à Receita Federal (Gustavo Mellossa/iStock/Getty Images)

D
Da redação

Publicado em 30 de março de 2020 às, 16h17.

Última atualização em 1 de abril de 2020 às, 01h14.

Quem está precisando de dinheiro nesse momento devido às dificuldades trazidas pela pandemia de covid-19 (coronavírus) pode antecipar o pagamento da restituição do imposto de renda 2020. Para pegar o empréstimo no banco é necessário já ter enviado a declaração do IR deste ano.  

A vantagem de antecipar o pagamento é que as linhas oferecidas pelos bancos podem se atrativas, com taxas de juro mais baixas do que as do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito.

Os quatro maiores bancos do país (Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Santander) oferecem taxas que variam de 1,69% a 1,90% ao mês. A Caixa foi o único banco que não informou sobre a taxa de juro mensal nessa linha de crédito. 

Veja tabela abaixo: 

BancoTaxa de JuroValor do empréstimoPercentual antecipado da restituição
Banco do Brasil1,49% ao mêsaté R$ 20 mil100%
Itaú Unibanco1,90% ao mêsde R$ 200 a R$ 5 mil (para os clientes do varejo e Uniclass)100%
Santander1,69% ao mêsNão informado100%
Bradesco1,79% ao mêsDe R$ 200 até R$ 50 mil reais100%

Como antecipar o dinheiro

Para contratar a linha de crédito, é necessário ser correntista do banco, ter o valor do crédito aprovado e receber o valor da restituição pelo banco no qual será tomado o empréstimo. Dessa forma, o banco tem a garantia de que irá receber o dinheiro e consegue cobrar taxas de juro menores.

Ao antecipar a restituição, os bancos geralmente exigem o recibo de entrega da declaração, que comprova que o contribuinte informou sua conta no banco para receber o dinheiro.

O saldo da restituição pode ser consultado antes do envio dos dados à Receita Federal. Após o preenchimento do documento, o programa gerador da declaração faz o cálculo automaticamente e mostra se o contribuinte terá imposto a pagar ou a restituir.

Além das taxas de juro cobradas no adiantamento da restituição, é necessário verificar o Custo Efetivo Total (CET) do crédito, que inclui taxas e outros encargos cobrados pelo banco.

Últimas Notícias

Ver mais
Entenda o que é informe rendimentos e como conseguir para o imposto de renda
seloGuia de Investimentos

Entenda o que é informe rendimentos e como conseguir para o imposto de renda

Há 17 horas

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA
Exame IN

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA

Há um dia

Lula faz nova reunião sobre crédito depois de adiar lançamento de medida
Economia

Lula faz nova reunião sobre crédito depois de adiar lançamento de medida

Há 2 dias

Quer receber a restituição do IR no primeiro lote? Veja até quando a declaração deve ser enviada
seloMinhas Finanças

Quer receber a restituição do IR no primeiro lote? Veja até quando a declaração deve ser enviada

Há 4 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais