Minhas Finanças

Os bancos com mais reclamações em abril; HSBC lidera

HSBC foi o mais reclamado entre os bancos grandes; Societe Generale lidera entre os médios


	Mulher com dor de cabeça: apenas reclamações procedentes são computadas
 (Getty Images)

Mulher com dor de cabeça: apenas reclamações procedentes são computadas (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de maio de 2014 às 15h17.

São Paulo - Em março, o HSBC foi o banco grande - com mais de um milhão de clientes - com maior índice de queixas no ranking mensal das instituições financeiras mais reclamadas do Banco Central (BC).

O Societe Generale liderou as queixas entre os bancos médios, com menos de um milhão de clientes.

O HSBC estava na segunda posição no mês passado e desbancou o Santander, que esteve na primeira posição nos três primeiros meses do ano. O Santander passou para a segunda posição, seguido do Banrisul, que manteve a terceira. O Banco do Brasil permaneceu no quarto lugar, seguido do Bradesco, que no mês passado não estava na lista.

Entre os bancos médios, o Societe Generale, que nem estava na lista no mês passado, assumiu a primeira posição. O BNP Paribas subiu da quarta para a segunda posição, o BMG caiu da primeira para a terceira, e o Banco Pan desceu do segundo para o quarto lugar. O BIC, que não apareceu no ranking do mês passado, apareceu na quinta posição, e o Daycoval e o J. Malucelli saíram do ranking neste mês.

Para elaborar o ranking, o BC recebe as queixas dos clientes e analisa se houve descumprimento das normas do Conselho Monetário Nacional (CMN). Dessa forma, a lista considera apenas as reclamações procedentes.

Os dados usados relacionam o número de queixas recebidas pelo banco com o número de clientes para verificar qual deles tem o maior índice relativo de reclamações. Assim, evita-se que alguns bancos apareçam sempre no topo do ranking por causa do maior número de clientes.

Veja a seguir os resultados do ranking de abril:

Bancos grandes - mais de um milhão de clientes

Em abril foram registradas 1.791 reclamações procedentes entre os bancos grandes, 546 queixas a mais que em março.

As principais queixas foram sobre a realização de débitos em conta sem autorização do cliente e a prestação do serviço de conta-salário de maneira irregular. Abaixo de cada tabela estão relacionados os tipos de reclamação mais recorrentes.

1º Lugar: HSBC**

Reclamações procedentes 101
Número de clientes 6.026.128
Índice* 1,67

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

**Trata-se do Conglomerado HSBC, que inclui HSBC Finance Brasil Banco Múltiplo e HSBC Bank Brasil Banco Múltiplo.

Principais reclamações (em ordem decrescente): cobrança irregular de tarifa por serviços não contratados; esclarecimentos de dúvidas de forma incompleta ou incorreta; e realização de débitos não autorizados.

2º Lugar: Santander

Reclamações procedentes 367
Número de clientes 22.851.788
Índice* 1,60

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

Principais reclamações (em ordem decrescente): realização de débitos não autorizados; concessão de crédito sem documentação adequada; e prestação do serviço de conta-salário de forma irregular.

3º lugar: Banrisul

Reclamações procedentes 24
Número de clientes 2.417.656
Índice* 0,99

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

Principais reclamações (em ordem decrescente): prestação do serviço de conta-salário de forma irregular; concessão de crédito com documentação falsa; e concessão de crédito sem documentação adequada.

4º lugar: Conglomerado BB**

Reclamações procedentes 329
Número de clientes 36.843.993
Índice* 0,89

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

**Trata-se do Conglomerado Banco do Brasil, que inclui, além do Banco do Brasil, o BB Banco de Investimentos.

Principais reclamações (em ordem decrescente): cobrança irregular de tarifa por serviços não contratados; realização de débitos não autorizados; e prestação do serviço de conta-salário de forma irregular.

5º lugar: Bradesco**

Reclamações procedentes 288
Número de clientes 35.293.288
Índice* 0,81

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

**Trata-se do Conglomerado BRadesco, que inclui, além do Banco Bradesco, o Bankpar, Bradesco Cartões, Banco Alvorada, Banco Boavista Interatlântico, Bradesco Berj, Bradesco Financiamentos, Bradesco BBI e Bradescard.

Principais reclamações (em ordem decrescente): realização de débitos não autorizados; divergências entre saques e depósitos em meios alternativos; e esclarecimentos de dúvidas de forma incompleta ou incorreta.


Bancos médios - menos de um milhão de clientes

Em abril, os bancos médios receberam 261 reclamações, 147 a mais do que em março.

Os bancos médios costumam atuar no fornecimento de crédito a pequenas e médias empresas, na concessão de crédito consignado e em financiamentos de carros.

As principais reclamações sobre os bancos médios foram: a concessão de empréstimos sem documentação adequada, esclarecimento de dúvidas de forma incompleta ou incorreta e descumprimento do prazo estipulado para responder dúvidas dos clientes..

1º lugar: Conglomerado Societe Generale**

Reclamações procedentes 5
Número de clientes 75
Índice* 6.666,66

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

**Trata-se do Conglomerado Societe Generale, que inclui os bancos Pecúnia e Cacique.

Principais reclamações (em ordem decrescente): descumprimento do prazo estipulado para responder dúvidas dos clientes.

2º lugar: BNP Paribas**

Reclamações procedentes 44
Número de clientes 1.963
Índice* 2.241,46

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

**Trata-se do Conglomerado BNP Paribas, que inclui, além do BNP Paribas Brasil, o Banco Cetelem.

Principais reclamações (em ordem decrescente): esclarecimentos de dúvidas de forma incompleta ou incorreta; concessão de crédito consignado sem documentação adequada; e descumprimento do prazo estipulado para responder dúvidas dos clientes.

3º lugar: Conglomerado BMG** 

Reclamações procedentes 92
Número de clientes 6.665
Índice* 1.380,34

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

**Trata-se do Conglomerado BMG, que inclui, além do Banco BMG, o Banco Cifra e o BCV Banco de Crédito e Varejo.

Principais reclamações (em ordem decrescente): concessão de crédito consignado sem documentação adequada; esclarecimentos de dúvidas de forma incompleta ou incorreta; e restrição da portabilidade do crédito consignado.

4º lugar: Banco Pan (antigo Panamericano)

Reclamações procedentes 29
Número de clientes 2.990
Índice* 969,89

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil

Principais reclamações (em ordem decrescente): concessão de crédito consignado sem documentação adequada; e esclarecimentos de dúvidas de forma incompleta ou incorreta.

5º lugar: BICBANCO

Reclamações procedentes 11
Número de clientes 7.378
Índice* 149,09

*Número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 mil.

Principais reclamações (em ordem decrescente): restrição da portabilidade do crédito consignado; e esclarecimentos de dúvidas de forma incompleta ou incorreta.

Acompanhe tudo sobre:Banco CentralBancosEmpresasEmpresas francesasEmpresas inglesasFinançasHSBCMercado financeiroSociété Générale

Mais de Minhas Finanças

Conheça o novo lançamento do BTG Pactual: Crédito por Investimentos

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 93 milhões na poupança

Receita paga R$ 8,5 bi de restituição do IR esta semana; veja quem recebe

Auxílio Reconstrução: moradores do RS podem se cadastrar no programa até terça-feira

Mais na Exame