Mercados

Termina hoje período de reserva do IPO da Arezzo

Fabricante de calçados estreia na bolsa de valores no dia 2 de fevereiro e é uma das 15 companhias a vender ações no começo de 2011

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de fevereiro de 2011 às 12h30.

São Paulo - Os investidores interessados na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Arezzo tem até esta sexta-feira (28) para efetuar reserva dos papéis da empresa de calçados. Serão emitidas 22,058 milhões de ações primárias no lote principal, e podem ainda ser exercidos os lotes suplementar (20% do montante inicial) e adicional (15% do montante inicial).

A empresa pode captar até 420 milhões de reais em sua oferta inicial de ações, conforme o valor máximo da faixa de preço sugerida para o papel, que varia entre 15 reais e 19 reais por ação. O preço será conhecido em 31 de janeiro e os papéis estarão listados no Novo Mercado da BM&FBovespa a partir do dia 2 de fevereiro. Confira o cronograma completo da oferta:

Data Evento
12/01/2011 Início do Procedimento de Roadshow
  Início do Procedimento de Bookbuilding
19/01/2011 Início do Período de Reserva
28/01/2011 Encerramento do Período de Reserva
31/01/2011 Encerramento do Procedimento de Bookbuilding
  Fixação do Preço por Ação
02/01/2011 Início da negociação das Ações

Segundo informações do prospecto, o valor captado na oferta será distribuído em investimentos para a expansão de lojas próprias (42%) e em aquisições (37%). O restante será dividido entre recursos para aumentar os prazos de financiamento a franqueados e em um centro de distribuição na região Sul do país.

Do total de 22,058 milhões de ações ofertadas, cerca de 53% serão em distribuição secundária. Os controladores, Anderson Lemos Birman e Alexandre Café Birman, e a Tarpon venderão parte de suas ações, mas continuarão no negócio.

Ofertas

A Arezzo é uma das 15 empresas a vender ações na BM&FBovespa no começo de 2011, que já conquistou o melhor bimestre em ofertas de ações desde 2004. O cenário otimista abriu espaço para grandes companhias, como Sonae Sierra, Autometal, Time For Fun, Desenvix, CAB Ambiental e IMC (Internacional Meal Company), na lista de IPOs. A Queiroz Galvão Exploração e Produção, braço de petróleo e gás da empreiteira, pretende levantar até 3,2 bilhões de reais na bolsa, na maior oferta inicial em andamento. Entre as ofertas subseqüentes ou follow-ons figuram companhias como Inepar, Vulcabrás Azaleia, Brasil Brokers, Direcional Energia, Magnesita, Tecnisa e Rede Energia.

Acompanhe tudo sobre:AçõesArezzobolsas-de-valoresCalçadosEmpresasIPOsMercado financeiroModaOfertas de açõesRoupas

Mais de Mercados

B3 suspende negociação da Petrobras (PETR4) após divulgação de nova diretoria

Inflação baixou, mas Fed ficou mais conservador: o que aconteceu?

Petrobras (PETR4) paga dividendos extraordinários e regulares na próxima semana

"O corte de juros acabou e Copom unânime deve favorecer o câmbio", diz Ettore Marchetti, da EQI

Mais na Exame