Mercados

Petrobras sobe forte com expectativa positiva de Bendine

A expectativa é que a Petrobras chegue ao final de 2015 com uma sobra de caixa de 20 bilhões de dólares


	Bendine disse ainda que a diretoria estuda uma série de medidas para reforçar a estrutura do capital
 (Nacho Doce/Files/Reuters)

Bendine disse ainda que a diretoria estuda uma série de medidas para reforçar a estrutura do capital (Nacho Doce/Files/Reuters)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 24 de abril de 2015 às 11h07.

São Paulo - As ações preferenciais da Petrobras abriram o pregão em alta nesta sexta-feira. Os papéis chegaram a subir 5,30% na máxima. As ações ordinárias também subiam forte e a máxima chegou em 5%.

Em entrevista ao Valor Econômico, o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, afirmou que nos próximos cincos anos, a estatal não terá problemas de caixa, apesar do nível de endividamento estar acima do “razoável”.

Ao jornal, Bendine disse ainda que a diretoria estuda uma série de medidas para reforçar a estrutura do capital, como a venda de ativos e a participação de parcerias com empresas privadas.

“Podemos compartilhar risco e capital. Por que não? Somos uma empresa de capital aberto”, disse em entrevista ao Valor.

Bendine disse ainda que a expectativa é que a Petrobras chegue ao final de 2015 com uma sobra de caixa de 20 bilhões de dólares.

Já ao jornal Estado de São Paulo, Bendine afirmou que estatal irá se concentrar no seu principal negócio, que é a exploração e produção de petróleo, mas não vai se esquecer do refino.

Segundo o jornal, o presidente da companhia entende que uma vez recuperada, a empresa voltará a atrair sócios.

“Já temos interessados em participar de refinarias. Mas esse projeto não é para o curto prazo”.

Resultado primeiro trimestre

Hoje, a Petrobras informou que seu Conselho de Administração vai se reunir em 15 de maio para apreciar as demonstrações contábeis do primeiro trimestre, segundo comunicado ao mercado que confirmou previsão divulgada esta semana por executivos da empresa.

"A companhia espera divulgar as demonstrações contábeis ao mercado, após a decisão do CA", disse a empresa.

Acompanhe tudo sobre:B3bolsas-de-valoresCapitalização da PetrobrasEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEstatais brasileirasGás e combustíveisIbovespaIndústria do petróleoMercado financeiroPetrobrasPetróleo

Mais de Mercados

Ibovespa fecha em queda com incertezas fiscais no radar; dólar sobe para R$ 5,59

Ações da Volvo sobem 7% enquanto investidores aguardam BCE

Reunião de Lula sobre corte de gastos e decisão de juros na Europa: o que move o mercado

BC eleva o limite de operações de câmbio feitas em instituições não bancárias para US$ 500 mil

Mais na Exame