Mercados

Ouro fecha em queda e renova mínima em 2012

Desde o início de maio, o ouro já acumula depreciação de mais de 6%

Na sessão desta segunda-feira, os investidores desfizeram-se do metal precioso junto com as ações e as commodities (Mario Tama/Getty Images)

Na sessão desta segunda-feira, os investidores desfizeram-se do metal precioso junto com as ações e as commodities (Mario Tama/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de maio de 2012 às 17h31.

Nova York - Os contratos futuros de ouro voltaram a fechar em queda nesta segunda-feira na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), e renovaram a mínima em 2012 em meio a temores referentes ao futuro da união monetária europeia em meio à dificuldade enfrentada pela Grécia para formar uma coalizão de governo.

O ouro para entrega em junho recuou US$ 23,00 (1,45%) nesta segunda-feira, encerrando a sessão em US$ 1.561,00 por onça-troy. Desde o início de maio, o ouro já acumula depreciação de mais de 6% por causa dos temores segundo os quais a Grécia não seria capaz de cumprir as ações exigidas em troca de seu segundo pacote de resgate e acabaria forçada a abandonar a zona do euro. As informações são da Dow Jones.

Na sessão desta segunda-feira, os investidores desfizeram-se do metal precioso junto com as ações e as commodities. "É como se as pessoas tivessem se esquecido do que o ouro realmente é: uma proteção contra as incertezas", avaliou Bob Haberkorn, broker de commodities da RJO Futures.

Acompanhe tudo sobre:Açõesbolsas-de-valoresMetaisOuro

Mais de Mercados

Bancos centrais compram um quinto do ouro do mundo e querem aumentar aposta

Ibovespa sobe e recupera os 120 mil antes de decisão do Copom; dólar bate máxima em 18 meses

Copom, posse da presidente da Petrobras e incorporação da Soma pela Arezzo: o que move o mercado

PicPay estuda fazer IPO nos EUA, diz Bloomberg

Mais na Exame