Mercados

OSX, de Eike Batista, dispara 16% com locação no Porto Açu

O acordo prevê a celebração de um contrato definitivo de aluguel por 20 anos renováveis por igual período


	O acordo foi homologado na 3ª Vara de Direito Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro

O acordo foi homologado na 3ª Vara de Direito Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 11 de outubro de 2016 às 11h46.

São Paulo - As ações da OSX, empresa de construção naval do grupo criado pelo empresário Eike Batista, registravam ganhos de 16,76% na abertura do pregão na manhã desta terça-feira (11). Os papéis eram comercializados a 17,49 reais.

A companhia informou ontem (10) que fechou acordo para a locação da área de cais e instalações localizada próxima à entrada do canal do Terminal 2 do Porto do Açu, no Rio de Janeiro.

Segundo o fato relevante, o acordo prevê a celebração de um contrato definitivo de aluguel por 20 anos renováveis por igual período. O valor da operação não foi divulgado.

O acordo foi homologado na 3ª Vara de Direito Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro, onde tramita a recuperação judicial da OSX.

“No âmbito do Plano de Recuperação Judicial, a OSX confirma a execução de um de seus pilares – a re-adequação do plano de negócios da unidade no Açu – assegurando a continuidade de suas operações e a geração de caixa para fazer frente às obrigações previstas”, afirmou a companhia em fato relevante.

Acompanhe tudo sobre:Eike BatistaEmpresáriosEmpresasGás e combustíveisMMXOSXPersonalidadesPetróleoRecuperações judiciais

Mais de Mercados

"Se Lula indicar nome pior que Galípolo para o BC, o mercado entrará em pânico", diz Marilia Fontes

Ibovespa sobe e fecha acima dos 121 mil pontos com ajuda de Petrobras (PETR4) e Itaú (ITUB4)

PMIs da zona do euro e dos EUA, repercussão de falas do Lula e Sabesp: o que move o mercado

Elon Musk vai receber bônus de R$ 305 bilhões como remuneração de acionistas da Tesla

Mais na Exame